Em depoimento, Niuri diz que não participava de reuniões

Dentre as atribuições do Conselho Curador está analisar as contas da Fusame, que administra a saúde de Americana


O secretário de Negócios Jurídicos de Americana, Alex Niuri, disse nesta quarta-feira que nunca participou de nenhuma reunião do Conselho Curador da Fusame (Fundação de Saúde de Americana), do qual faz parte, por falta de tempo. A declaração foi feita durante depoimento à CEI (Comissão Especial de Inquérito) da Saúde.

Uma das atribuições do Conselho Curador é analisar as contas da Fusame, que administra a saúde de Americana. Niuri disse à presidente da CEI, Maria Giovana Fortunato (PC do B), que está na comissão por uma “imposição legal”.

Ele afirmou ao LIBERAL que não vai se “sujeitar” a ir a reuniões para “assinar ata”. Segundo Niuri, sua função como secretário exige dedicação mais que integral. Ele acha que a lei que determina que o secretário de Negócios Jurídicos faça parte do conselho precisa ser alterada.

Hoje é o último dia para conclusão da CEI, mas está na pauta da sessão da Câmara desta quinta um projeto que prorroga por mais cinco dias os trabalhos da comissão – há 15 dias, a tentativa de prorrogá-los por mais seis meses foi rejeitada e gerou polêmica.

O relator da CEI, Thiago Martins (PV), finalizava na noite de ontem o relatório. Os principais problemas elencados são médicos com horas extras excessivas e pagamentos feitos sem conferências de notas fiscais. Ele disse que encaminhará o relatório ao Ministério Público para que as responsabilidades sejam apontadas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!