Diego de Nadai é condenado por contratações temporárias

Ex-prefeito de Americana foi condenado pela contratação de 439 funcionários sob regime temporário em 2010


O ex-prefeito Diego de Nadai foi condenado por contratar 439 funcionários sob regime temporário em 2010, quando era prefeito de Americana. A Justiça considerou que ele excedeu o tempo máximo de contratação para 88 desses funcionários.

Foto: Arquivo / O Liberal
Diego foi condenado por conta de contratações de temporários

A pena de quatro meses e quinze dias de detenção foi substituída por prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período e pagamento de um salário-mínimo a uma entidade. A sentença foi proferida em maio.

O advogado Paulo Sarmento, que representa Diego, disse que vai apelar e que as contratações ocorreram porque não era possível concurso público. “Todas as provas demonstraram que a contratação de temporários e a prorrogação desses contratos eram necessárias para manutenção de serviços públicos essenciais”.

“É uma honra ser condenado por ter contratado médicos, enfermeiras, merendeiras, agentes de limpeza e professores para atender as crianças. Para deixar posto aberto e creche funcionando, eu faria tudo outra vez. Tenho certeza que vamos vencer no Tribunal”, declarou Diego.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora