Dia de Santo Antônio: tradição em Americana

Bolo abençoado e três missas solenes marcam comemorações do padroeiro de Americana


O dia de Santo Antônio – comemorado em 13 de junho – já é celebrado em Americana há pelo menos 118 anos. Mesmo assim, a cada ano, de acordo com o reitor da Basílica Santuário Santo Antônio de Pádua, padre Leandro Ricardo, a tradição se fortalece e promove uma renovação do espírito missionário do santo, que serve de modelo aos cristãos, sobretudo aos devotos.

Nesta quarta-feira, serão três as missas solenes que promoverão essa reflexão: às 7, 10 e 18 horas (precedida da procissão, as 17h30). Além das missas, o dia será marcado por outras tradições da comemoração do padroeiro da cidade, entre elas a distribuição dos pães abençoados e a benção e entrega do tradicional bolo – após a missa das 7 horas. Neste ano, serão três mil pedaços. Os interessados podem adquirir o bolo antecipadamente na Secretaria de Pastoral. Caso ainda existam ingressos, eles serão vendidos na hora. O pedaço custa R$ 15,00.

Foto: Basílica de Santo Antônio / Divulgação
 Celebração também terá procissão pelas ruas centrais de Americana nesta quarta-feira

A segunda missa do dia será presidida pelo bispo diocesano, Dom Vilson Dias de Oliveira, às 10 horas, e contará com a presença dos padres de Americana. Essa celebração marca o 41º aniversário de dedicação da Basílica. No último momento religioso do dia, os fiéis saem em procissão pelas ruas centrais participam de missa cantada pelo Coro Monsenhor Nazareno Magi, às 17h30.

Mesmo comemorado há muito tempo, o dia de Santo Antônio não perde seus significados, garante padre Leandro. “Ele é reconhecido por nós como um modelo de seguidor de Cristo. É um santo de mais de 800 anos, mas a atualidade dele é indiscutível, e aí está a importância de a cada ano redescobrir sua atualidade, celebrar um santo que entregou a própria vida e testemunhou o amor a cristo. A cada ano fazemos o esforço de avançar no acolhimento das pessoas e atuação pastoral”, afirmou o reitor.

Entre as tradições, o padre explicou que a do pão tem o símbolo de trazer fartura às famílias devotas e a do bolo de pedir a Deus a graça de um casamento feliz e abençoado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!