23 de janeiro de 2021 Atualizado 14:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Radar

DER vai alugar radares portáteis para fiscalização na SP-304

Departamento abriu licitação para locação de 55 aparelhos, que serão distribuídos em rodovias; Luiz de Queiroz está sem equipamentos fixos após fim de contrato com empresa

Por Leonardo Oliveira

26 nov 2020 às 08:22 • Última atualização 26 nov 2020 às 08:23

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) vai alugar 55 radares portáteis para serem distribuídos nas rodovias paulistas, entre elas a SP-304 (Rodovia Luiz de Queiroz), que passa por Americana e Santa Bárbara d’Oeste.

A medida ocorre para suprir a ausência dos radares fixos, que foram retirados após o fim do contrato com a empresa que os operava.

Além disso, o órgão informou ao LIBERAL que pediu que a PMR (Polícia Militar Rodoviária) intensifique a fiscalização nas rodovias. O policiamento rodoviário é quem opera os equipamentos móveis, por meio de um convênio firmado com o DER.

Fim de contrato com empresa que operava os equipamentos na SP-304 deixou rodovia sem fiscalização entre Americana e S. Bárbara – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Segundo o departamento, o Estado possui 100 radares portáteis distribuídos nas vias paulistas. A contratação pretende aumentar o número de equipamentos para reforçar a segurança, inclusive na SP-304.

A licitação para contratar a empresa que locará os aparelhos foi aberta no último dia 19. A vencedora será a que ofertar o menor preço e cumprir os requisitos do edital.

A reportagem questionou a PMR se já havia uma previsão de quantos radares seriam destinados para a SP-304, mas não houve resposta.

A polícia informou que a utilização dos radares portáteis será de acordo com o que prevê a nova resolução 789/2020 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que passou a valer neste mês e que obriga que os equipamentos fixos e portáteis devem ser precedidos de sinalização e não podem ficar escondidos nas vias.

Segundo a PMR, os radares portáteis já flagraram 85,8 mil veículos excedendo o limite de velocidade em 2020 no trecho que pertence a 3ª Companhia do 4º BPRv (Batalhão de Policiamento Rodoviário), que inclui as cidades da RPT (Região do Polo Têxtil).

Interrupção
Na semana passada, o LIBERAL noticiou que os radares da SP-304 e da Rodovia Astrônomo Jean Nicolini, em Nova Odessa, foram retirados. Foram identificados, pelo menos, cinco pontos entre Americana e Santa Bárbara d’Oeste onde não havia mais a presença dos aparelhos.

Isso aconteceu após o fim do contrato do DER com a empresa que geria esses equipamentos. Segundo o órgão, um novo edital de licitação já foi lançado, mas está parado. Uma empresa entrou com um pedido de impugnação e o TCE (Tribunal de Contas do Estado) analisa a situação.

O DER esclareceu que o único radar em operação na região na SP-304 é no km 158,4, na altura de Piracicaba. A aposta agora é em mais ações da PMR e nos novos radares portáteis para suprir a retirada dos fixos.

Publicidade