Depois de 110 dias, ponte no Guaicurus ainda gera medo

Moradores temem que estrutura precária na frente do Guaicurus desabe; prefeitura afirma que está providenciando reparos


“Perigo! Ponte com risco de queda. Cuidado!”

O aviso está afixado num poste próximo à ponte sobre o Ribeirão Quilombo em frente ao condomínio Guaicurus, em Americana. Cento e dez dias depois de O LIBERAL mostrar a situação, a estrutura ainda põe medo em quem precisa atravessá-la diariamente. O temor é que a ponte desabe.

A passagem é muito usada por quem mora na região do condomínio para acessar o Nova Americana, por exemplo. As laterais estão inclinadas e a terra sob a cabeceira está indo rio abaixo.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Ponte sobre o Ribeirão Quilombo em frente ao Guaicurus agora tem um cartaz ao lado para alertar sobre os riscos de queda

A prefeitura informou que já avaliou o local e está providenciando os reparos necessários. O que de fato precisa ser feito, quanto vai custar e o prazo para a realização do reparo o Executivo não informou, embora tenha sido questionado pelo LIBERAL sobre isso.

O aposentado José Devair Saravalli, de 59 anos, é um dos que usam quase diariamente a estrutura. “A ponte continua cada vez inclinando mais”, afirma.

Segundo ele, a água do ribeirão, e o lixo que está acumulado lá, pressionam a estrutura, principalmente quando há enchentes. “Vem uma montanha de lixo e enrosca nela.”

A situação da cabeceira é uma das que mais o preocupa. “Na base dela do lado da linha do trem a terra está indo embora, uma viga de madeira que tá sustentando ela já tá meio flutuando”, conta o aposentado.
Saravalli acredita que o aviso no poste sobre o risco de queda tenha sido colocado por algum morador.

Em janeiro, quando O LIBERAL fez a primeira reportagem, moradores tinham acabado de fazer um reparo por conta própria para resolver o corrimão inclinado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora