29 de junho de 2022 Atualizado 21:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PERIGO

Defesa Civil diz que sede do CCZ de Americana corre risco de cair

Laudo aponta trincas “profundas” em todos os cômodos e problemas de infiltração no imóvel

Por Rodrigo Alonso

19 de maio de 2022, às 07h14

A sede do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Americana corre risco de desabar, conforme laudo emitido nesta semana pela Defesa Civil, que cogita interditar o local.

De acordo com o documento, a casa está com trincas “profundas” em todos os cômodos e, quando chove, entra água por todo lado.

“Pode ter riscos de cair parte da casa”, escreveu o órgão, que relatou a situação para os setores responsáveis da prefeitura, inclusive para o prefeito Chico Sardelli (PV). “Está muito perigoso mesmo”, diz o laudo.

O coordenador da Defesa Civil, João Miletta, afirmou ter recebido a informação de que o Executivo fará o reparo do local, mas ainda aguarda a liberação de uma verba para a realização do serviço.

Estrutura do Centro de Controle de Zoonoses é motivo de preocupação – Foto: Gualter Amado / Divulgação

“Nós vamos continuar monitorando para ver se não precisa interditar e esperando que a prefeitura já faça [o reparo]”, comentou Miletta, que disse ter falado diretamente com Chico e com Antonio Donizeti Borges, diretor de Vigilância em Saúde, unidade responsável pelo espaço.

O órgão verificou o prédio do CCZ na última segunda, após solicitação do vereador Gualter Amado (Republicanos). “Estive lá e verifiquei toda a situação. Foi aí que a gente resolveu postar [nas redes sociais] e fazer o pedido para Defesa Civil de ir lá e laudar”, declarou o parlamentar.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em nota, a prefeitura informou que o laudo foi encaminhado à Secretaria de Obras para que um engenheiro avalie o local.

O CCZ abriga, atualmente, 70 cães e 80 gatos. Ao todo, 29 pessoas trabalham no espaço, entre servidores e estagiários. A sede fica na Praia Azul.

“Como dentro dela existem vidas, precisam de um laudo do engenheiro de obras, senão teremos de interditar o local com certa urgência”, aponta o laudo.

Publicidade