08 de março de 2021 Atualizado 12:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Abastecimento

DAEE autoriza Americana a captar mais água do Rio Piracicaba

Outorga foi ampliada de 1.050 para 1.300 litros por segundo; maior volume depende da conclusão da obra da nova captação

Por André Rossi

15 fev 2021 às 18:24

O DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) autorizou que o DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Americana capte mais água do Rio Piracicaba. A outorga foi ampliada de 1.050 para 1.300 litros por segundo.

O aumento do volume captado será possibilitado depois da conclusão da obra nova  captação de água bruta. A autarquia terá de realizar a novamente interligação da estrutura velha com a nova, mas ainda não há data para isso ocorrer.

Prefeito Chico Sardelli visitou a obra da nova captação nesta segunda-feira – Foto: Susy Coutinho / DAE de Americana

A informação sobre a ampliação da outorga foi inicialmente divulgada nesta segunda-feira (15) por Franco Ravera Sardelli, chefe do gabinete e filho do prefeito Chico Sardelli (PV). Posteriormente, a prefeitura oficializou o assunto por meio de um release.

A quantia autorizada é ligeiramente inferior ao que fora solicitado pelo DAE em dezembro do ano passado, quando foi pleiteado 1.350 litros por segundo. A portaria foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia 13 de fevereiro e é válida por 10 anos.

Uma vez concluída a obra de interligação, será necessário um período de testes e ajustes até o funcionamento pleno da mesma. A data para o serviço – que interromperá o abastecimento na cidade de seis a oito horas – ainda não foi anunciada. A expectativa é de que aconteça ainda este mês.

Chico visitou a obra nesta segunda e reforçou que essa é a primeira fase de um trabalho pensado para “atender o presente e as gerações futuras”. A obra foi iniciada pelo ex-prefeito Omar Najar (MDB) e era prevista para novembro de 2019, mas sofreu diversos atrasos.

“Assim que a captação estiver pronta, e com essa autorização, vamos melhorar e muito o abastecimento em American”, afirmou o prefeito.

Entrave
Conforme publicado pelo LIBERAL neste domingo, a Construtora Artec, responsável pela execução da obra de interligação, afirmou que o DAE não seguiu o plano de montagem em outubro de 2020.

A empresa argumentou que o DAE teria acionado prematuramente as bombas, o que provocou o rompimento da válvula. Foi necessário esvaziar a instalação, deixando a cidade sem água por quase 48 horas.

A autarquia, por sua vez, negou a tese da Artec, dizendo ainda que a empresa desmobilizou a equipe, atrasando a retomada do abastecimento em mais de 12 horas.

Publicidade