26 de fevereiro de 2021 Atualizado 01:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ABASTECIMENTO

DAE terá que refazer interligação que deixou Americana sem água em outubro

Obra da nova captação é executada por uma terceirizada e forçará outra paralisação no abastecimento, ainda sem data para ocorrer

Por André Rossi

05 fev 2021 às 07:26 • Última atualização 05 fev 2021 às 08:41

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Americana terá de refazer a interligação da nova captação de água bruta do Rio Piracicaba. Em outubro do ano passado, a obra teve complicações e deixou pontos da cidade sem água por quase 48 horas.

O serviço é de responsabilidade da Construtora Artec, que está em processo de recuperação judicial. A informação foi revelada pelo superintendente do DAE, Carlos Cezar Gimenez Zappia, nesta quinta-feira (4) na sessão da câmara.

Carlos Zappia falou por mais de duas horas durante sessão na câmara – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

O técnico foi convocado pelos vereadores para prestar esclarecimentos sobre o abastecimento de água na cidade e respondeu diversas perguntas durante 2 horas e 20 minutos.

Originalmente, a obra ficaria pronta em novembro de 2019, mas o contrato com a Artec foi prorrogado para que a estrutura concluísse a captação em maio do ano passado, prazo que não foi cumprido.

Na época, a empresa e o DAE não detalharam os motivos para o atraso. Já nesta quinta-feira, Zappia comentou sobre como o processo de recuperação judicial interferiu no andamento.

“Houve uma diminuição de equipes de trabalho e redução da velocidade da obra. Isso foi o que a gente mais sentiu”, disse Zappia .

O superintendente respondeu ao vereador Vagner Malheiros (PSDB) que a empresa entrou em recuperação judicial durante o andamento da obra. Na fase de licitação, não havia nada que impedisse a mesma de assumir o serviço.

“Houve diminuição de equipes de trabalho e redução da velocidade da obra” – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

“Essa construtora, vamos dizer assim, ela ‘quebrou’ em função da redução das obras que ela tinha pelo Brasil todo. Ela começou a fazer uma operação financeira interna errada, e aí isso refletiu na gente. Ela atendeu totalmente as exigências, só que no meio do caminho ela tropeçou”, contou Zappia.

Retomada
A nova captação vai substituir o atual o mecanismo, que é apenas uma “tomada” que puxa água do Rio Piracicaba para a estação. Quando o nível do rio está baixo, a captação fica comprometida.

O serviço de interligação da velha com a nova captação foi realizada no dia 6 de outubro do ano passado.

Era necessário interromper o abastecimento de água em toda a cidade da 6h às 18h para executar o serviço. A obra chegou a ser concluída e o bombeamento retomado por volta das 21h30.

Serviço de interligação da nova captação de água bruta do Rio Piracicaba foi feito em outubro do ano passado – Foto: Prefeitura de Americana / Divulgação

Entretanto, uma válvula de interligação da nova captação se rompeu. Foi necessário esvaziar a adutora (tubulação) de água bruta para retirar a água que inundou a caixa de comando da nova captação. O resultado foram quase 48 horas sem água na cidade.

Em entrevista para a imprensa após sua participação na sessão, Zappia explicou que, na época, a válvula teve que ser readequada.

A peça não ficou pronta até o final do ano, quando outro problema surgiu: a entrada de um tubo de conexão entre as estruturas achatou, perdeu sua circunferência, o que despertou o receio de que todo o tubo estivesse comprometido.

Nesse período, a Artec estava em férias coletiva. A construtora retomou os trabalhos em 11 de janeiro e o relatório técnico com a análise sobre a segurança do tubo – e a confirmação de que apenas a entrada teria de ser recuperada – só foi entregue ao DAE na semana passada.

“A gente precisava de uma garantia porque tem uma parte dele que é subterrânea. Está há seis metros de profundidade e a gente precisava da garantia técnica que só aconteceu isso na ponta, não aconteceu isso no corpo todo, ou era possível fazer a interligação de novo, por pressão lá dentro”, disse Zappia.

A previsão é de que, dessa vez, a interligação leve menos tempo para ser concluída, com interrupção do abastecimento por seis ou oito horas. A data para o serviço ainda não foi definida, mas deve ser anunciada nos próximos dias.

A expectativa é de que a estrutura comece a operar em fase de testes neste mês e esteja totalmente pronta até o final do semestre. O período de chuvas é algo que atrapalha por conta das estruturas que ficam debaixo d’água.

“Vai poder recuperar só a ponta [do tubo], o restante está íntegro. Vamos fazer a recuperação da ponta, colocar de novo na posição, deixar redondo outra vez, e aí a gente faz novamente o ajuste da interligação, que vai acontecer nos próximos dias”, disse Zappia.

O LIBERAL tentou, mas não conseguiu contato com representantes da Artec até o fechamento desta edição.

Publicidade