DAE prevê ampliação de reservatórios em até um ano

Prefeitura de Americana contrata empresa para tentar melhorar distribuição para o município; capacidade deve aumentar para 10 milhões de litros d'água


O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Americana espera concluir a ampliação de cinco reservatórios em até um ano, o que vai aumentar a capacidade do sistema em cerca de 10 milhões de litros de água.

Atualmente, a autarquia precisa interromper a captação durante a madrugada por não ter como armazenar todo o volume captado e tratado para a cidade.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Reservatório que fica no Jardim Brasil tem danos na estrutura que provocam perdas

Nesta sexta-feira, ocorreu a abertura dos envelopes da licitação que contratará a empresa responsável pela ampliação dos reservatórios R08, R10, R12 e R13 (veja no quadro a área de abrangência de cada um deles). O resultado e o valor do investimento serão divulgados na segunda-feira.

Já o quinto reservatório, o R9, será executado por meio da contrapartida de uma empresa. O prefeito Omar Najar havia prometido as melhorias no final de 2018.

A previsão de um ano é a partir da assinatura da ordem de serviço com a vencedora do pregão, o que deve ocorrer nos próximos dias, de acordo com o diretor do DAE, Carlos Gimenez Zappia. Já a empresa responsável pela ampliação do R09 teria concordado em iniciar a intervenção ao mesmo tempo.

“Nós pegamos os pontos de maior necessidade, onde a gente tem déficit de volume de água durante o dia porque o consumo é alto”, explicou Zappia, em entrevista ao LIBERAL.

No dia 10 de julho, o departamento entregou a reforma dos decantadores da ETA (Estação de Tratamento de Água), o que deve gerar uma economia de 3 milhões de litros d’água por dia.

“No período da madrugada nós estamos tendo que desligar a captação. Não totalmente, mas reduzir muito o volume captado porque não tem onde colocar. O DAE não tem sistema de reservação suficiente. A gente enche toda a cidade e aí tem que parar de trabalhar”, disse o diretor.

Características

Cada um dos reservatórios contemplados possui suas especificidades. No caso do R08, responsável por toda a extensão do São Domingos até a região da Estrada da Balsa, trata-se de uma ampliação de cerca de 30% da capacidade.

A expectativa do DAE é de que essa região tenha um crescimento populacional rápido nos próximos anos em decorrência de loteamentos que estão sendo aprovados. No momento, mais de 50 mil habitantes são atendidos pelo R08.

O R09 saltará de dois para três reservatórios apoiados, além do reservatório elevado já existente. A unidade fica no Parque Novo Mundo.

Apesar de estar em uma região com apenas 20 mil habitantes, a situação do R10, na área do Jardim Alvorada e Residencial Tripoli, é considerada crítica.

“Cresceu tanto com empreendimentos horizontais quanto verticais. É uma área que tem capacidade de ampliação física. Vamos colocar um reservatório apoiado de grande porte: 2,5 milhões de litros”, disse Zappia.

Situado na região do Jardim Brasil, o agravante do R12 é que ele tem um problema estrutural que causa perda d’água. Com isso, um novo reservatório apoiado de 2,5 milhões de litros será instalado. Já o danificado passará por uma avaliação técnica para verificar a possibilidade de ser utilizado no futuro.

Por fim, a ampliação do R13, na Praia dos Namorados, foi uma escolha estratégica, já que o reservatório encaminha água para o R14, na Praia Azul. A unidade vizinha não tem espaço físico para crescer.

Melhorias: O “público” dos reservatórios

  • R08: São Roque, Parque Gramado, Jardim da Paz, Morada do Sol, São Domingos e Balsa
  • R09: Residencial Nardini, Parque Novo Mundo e Jardim Terramérica
  • R10: São Luiz, Boa Vista e Jardim Boer
  • R12: Jardim Brasil, Zanaga, Praia dos Namorados, Residencial Tancredi e Iate
  • R13: Iate Campinas, Riviera Tamborlim e Praia dos Namorados
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora