20 de outubro de 2020 Atualizado 23:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Polícia Civil

Criminoso se disfarçou de policial rodoviário para roubar carga de pneus da Goodyear

Vítima conduzia carreta ao lado da esposa quando foi abordada pelos assaltantes; carga vale mais de R$ 500 mil

Por Heitor de Carvalho

16 out 2020 às 19:29 • Última atualização 17 out 2020 às 08:56

Um dos membros da quadrilha que assaltou uma carreta durante a manhã desta sexta-feira (16) abordou o casal de vítimas usando um uniforme da Polícia Rodoviária.

Outros dois homens do grupo criminoso foram presos em flagrante pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana.

Inibidores de sinal impediram o rastreamento do veículo – Foto: Polícia Civil / Divulgação

O restante da quadrilha, cujo número de membros não foi precisado pela DIG, ainda não foi detido e as investigações prosseguem.

A carreta havia sido carregada com 726 pneus na unidade de Paulínia da empresa Goodyear e foi abordada pelos assaltantes na rodovia SP-133, que liga o município de Cosmópolis à Rodovia Anhanguera. No interior da carreta, estavam o motorista e a sua esposa.

Carga de pneus foi recuperada após roubo na manhã desta sexta – Foto: Polícia Civil / Divulgação

O veículo recebeu ordem de parada de um dos assaltantes, que estava fardado como um falso policial rodoviário. Ele permanece foragido.

Ao parar a carreta, o roubo foi anunciado e o motorista e a esposa foram transferidos para um carro de passeio.

Pouco tempo depois, os investigadores da DIG receberam a informação de que uma carreta roubada que estaria em um barracão abandonado no Distrito Industrial do Salto Grande II, em Americana.

Motorista do caminhão foi libertado na cidade de Leme – Foto: Polícia Civil / Divulgação

Duas equipes da delegacia foram ao local e cercaram o barracão, com o apoio de investigadores de Cosmópolis. Durante a incursão, a dupla de assaltantes foi abordada enquanto iniciava o transbordo da carga roubada, avaliada em R$ 514,6 mil.

No interior do barracão, além da carreta e dos pneus roubados, estava acionado um bloqueador de sinais de celulares e de rastreadores, o que impossibilitava a localização da carreta.

Por volta de 12h30, o motorista e a sua esposa foram liberados na cidade Leme, próximo a um matagal. Segundo relatos do casal de vítimas, ambos ficaram sob a mira dos assaltantes até serem liberados.

A carreta e os pneus foram recuperados pelos investigadores da DIG e restituídos à empresa de transportes.

Os dois assaltantes foram conduzidos à Cadeia de Sumaré. Um dos presos mora em Nova Odessa e o outro em Santa Barbara d’Oeste.

Publicidade