CPFL começa instalação de sirenes, informa prefeitura

Implantação dos equipamentos faz parte do Plano de Ação Emergencial da barragem existente no local; testes serão realizados nas próximas duas semanas


A CPFL Renováveis iniciou a instalação de sirenes na PCH (Pequena Central Hidrelétrica) de Americana, na Represa do Salto Grande, segundo a prefeitura. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, a instalação foi iniciada na última segunda-feira e, nas próximas duas semanas, os moradores da cidade poderão ouvir alarmes sonoros. É que, durante a instalação, são realizados testes nos equipamentos.

A implantação dos equipamentos faz parte do PAE (Plano de Ação Emergencial) da barragem existente no local, de acordo com o governo municipal. “A companhia comunicará a todos quando esta etapa de instalação das sirenes estiver concluída e informará as medidas com orientações para as autoridades, moradores e demais públicos interessados neste assunto”, informou a prefeitura, que afirmou ter recebido a informação da CPFL Renováveis.

O LIBERAL quer saber sua opinião sobre o nosso portal. Acesse o questionário online e nos ajude a melhorar. CLIQUE AQUI PARA RESPONDER A PESQUISA.

Simulado. A assessoria da prefeitura enviou a informação às 21h10 de ontem, e a reportagem não conseguiu contato com a CPFL Renováveis depois disso. O PAE prevê que, em caso de rompimento da barragem de Salto Grande, 11 áreas da cidade às margens do Rio Piracicaba serão impactadas. São todas áreas industriais. A CPFL negou, em fevereiro, acesso do LIBERAL ao plano. A Defesa Civil de Americana já fez um simulado de emergência no primeiro semestre deste ano.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!