Condenada por furto, mulher é presa após novo crime

Ela havia sido condenada no ano passado e teve a pena convertida em prestação de serviços à comunidade; ela teria furtado compressor na noite de ontem


A PM (Polícia Militar) prendeu um casal, na noite deste domingo (5), suspeito de ter furtado um compressor na Rua Fortunato Basseto, na Vila Medon, em Americana. A mulher, uma doméstica de 42 anos, já havia sido condenada por ter participado de um furto no Cemitério da Saudade, em 2019.

Foto: Polícia Militar/Divulgação
Polícia achou compressor na carroça levada pela mulher

Os dois foram encontrados na Avenida Abdo Najar com uma carroça de recicláveis e, dentro, estava o compressor. A vítima reconheceu o objeto e o irmão dela apontou que o casal foi o responsável pelo crime.

Segundo a PM (Polícia Militar), os suspeitos foram encaminhados até a CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana para o registro do boletim de ocorrência e permaneceram presos.

Condenação

A mulher foi presa em flagrante na noite do dia 14 de março de 2019. Ela e um outro homem, um ajudante de 35 anos, foram pegos pela polícia com objetos furtados do Cemitério da Saudade, em Americana.

Na casa onde eles moravam foram localizados portas de bronze, retratos em porcelana, crucifixos em bronze, tampa de vasos, entre outros. Esses bens possuíam valor aproximado de R$ 7 mil, segundo consta no processo digital do caso no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).

Eles confessaram que foram vários furtos realizados no local até aquela data. O juiz condenou ambos a três anos, um mês e dez dias de prisão. Como era ré primária, a mulher teve a prisão em regime fechado substituída por prestação de serviços à comunidade. O ajudante ficou detido em regime fechado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora