Comissão pede provas das irregularidades em eleição do Conselho Tutelar

As dez pessoas que alegam a ocorrência de irregularidades no processo têm cinco dias para apresentação das provas


Depois de receber 18 recursos questionando campanhas de candidatos para o Conselho Tutelar de Americana, a Comissão Especial Eleitoral está convocando os requerentes para apresentação das provas originais – já que os recursos foram acompanhados de cópias – e possibilitando a apresentação de mais documentos.

De acordo com o presidente da Comissão, Antonio Dias da Fonseca, a publicação que vai convocar os requerentes será publicada no Diário Oficial do município nesta quarta-feira.

As dez pessoas que alegam a ocorrência de irregularidades no processo eleitoral têm cinco dias para apresentação das provas.

As representações apontam problemas ao longo da campanha, como abuso de abuso de poder político, religioso e financeiro. A Comissão poderá intimar os candidatos acusados, a depender das apurações.

Os recursos denunciam também possível boca de urna e eleitores que teriam votado mais de uma vez. As listas vão passar por uma auditoria, segundo Fonseca.

Um boletim de ocorrência, referente ao transporte de dois eleitores para a escola Florestan Fernandes, no Morada do Sol, foi registrado domingo. Os envolvidos serão ouvidos, mas, segundo Fonseca, o motorista do veículo alegou que não possuía vínculo com candidato.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora