25 de setembro de 2021 Atualizado 23:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Igrejas

Com senha, missas presenciais voltam a ser realizadas em Americana

Igrejas definiram mecanismos para controlar a entrada das pessoas e atender à regra de funcionamento com até 40% da capacidade; retorno em Americana foi liberado no dia 10

Por Rodrigo Alonso

22 ago 2020 às 08:18 • Última atualização 22 ago 2020 às 17:12

Com necessidade de senhas e também agendamento para acesso dos fiéis, igrejas católicas de Americana retomam as atividades com missas presenciais neste sábado.

O retorno das celebrações com público foi liberado pelo prefeito Omar Najar (MDB) no último dia 10. Na ocasião, ele determinou que os templos poderiam funcionar com até 40% da capacidade total dos espaços.

Igrejas da cidade, então, decidiram controlar a entrada das pessoas com a ajuda de senhas, que devem ser retiradas nas respectivas secretarias dos templos.

Paróquia no Zanaga já transmitiu missa online e retorna neste sábado – Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal_10.4.2020

A Basílica Santo Antônio de Pádua optou por trabalhar dessa forma, assim como as paróquias São Vito e Nossa Senhora Aparecida, do Zanaga.

Na Paróquia São João Bosco, da Vila Santa Catarina, basta o fiel fazer um agendamento pelo telefone (19) 3406-3292. A Paróquia São Domingos Gusmão, por outro lado, não exige senha e nem agendamento.

Todas essas igrejas vão abrir neste sábado. Mesmo com a liberação no dia 10, os padres decidiram, conjuntamente, que retomariam as missas presenciais só a partir deste fim de semana.

Além do limite de público, há outras medidas preventivas contra o novo coronavírus (Covid-19), como medição de temperatura, distanciamento entre as pessoas, disponibilização de álcool em gel e uso obrigatório de máscara.

“Toda mudança é um pouco complicada. Mas, com essa sede que as pessoas estavam de missa, de ouvir a eucaristia, de vir participar, creio que elas vão conseguir se adaptar”, completa o padre Johnny Artur, que representa a Paróquia Nossa Senhora Aparecida.

No último dia 12, quando definiram a data da volta das missas presenciais, as igrejas informaram que voltarão a suspender as celebrações “se houver um enorme crescimento na disseminação do novo coronavírus (Covid-19) e o sistema de saúde começar a entrar em colapso”.

Para Johnny, todos devem ajudar para que os templos continuem abertos para os fiéis. “Queremos manter as nossas igrejas abertas. Então, para isso, preciso que todos nós cooperemos”, afirma.

Nem todas as igrejas vão receber o público neste fim de semana. Na Paróquia São Benedito, por exemplo, as missas presenciais retornam apenas no próximo dia 29, com participação limitada àqueles que retirarem senha antecipadamente.

Publicidade