14 de maio de 2021 Atualizado 20:59

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Com dados represados, Americana informa mais 13 mortes por coronavírus

Cidade contabiliza agora 473 vidas perdidas pela pandemia; número de casos chegou a 15.613

Por Marina Zanaki

23 abr 2021 às 17:20 • Última atualização 23 abr 2021 às 17:21

Americana informou nesta sexta-feira (23) mais 13 mortes pelo novo coronavírus (Covid-19), com dados represados desde 21 de março. Com essa atualização, a cidade contabiliza agora 473 vidas perdidas pela pandemia.

As vítimas informadas nesta sexta tinham entre 50 e 84 anos. Veja informações desses pacientes divulgadas pela prefeitura:

  • Um homem (51), morador do bairro Morada do Sol, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 29 de março;
  • Um homem (50), morador do bairro São Jerônimo, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 28 de março;
  • Uma mulher (79), moradora do bairro Vila Mariana, portadora de doença cardiovascular crônica, diabetes e pneumopatia crônica, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 26 de março;
  • Uma mulher (84), moradora do bairro São Roque, portadora de doença cardiovascular crônica, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 21 de março;
  • Um homem (75), morador do bairro Cidade Jardim, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 2 de abril;
  • Uma mulher (76), moradora do bairro Cidade Jardim, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 3 de abril;
  • Uma mulher (61), moradora do bairro Antônio Zanaga, portadora de doença neurológica, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 4 de abril;
  • Uma mulher (79), moradora do bairro Antônio Zanaga, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 13 de abril;
  • Uma mulher (59), moradora do bairro São Roque, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 15 de abril;
  • Um homem (62), morador do bairro Vila Bertine, portador de doença cardiovascular crônica e diabetes, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 19 de abril;
  • Um homem (66), morador do bairro Parque da Liberdade, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 20 de abril;
  • Uma mulher (64), moradora do bairro Jardim da Paz, portadora de diabetes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 21 de abril;
  • Um homem (60), morador do bairro Cidade Jardim, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 21 de abril;

Foram confirmados 206 novos casos positivos, totalizando 15.613 contaminados na cidade. Desse total, 21 estão internados, 302 estão em casa e 14.817 se recuperaram, além dos óbitos. Há ainda 108 casos suspeitos aguardando resultados de exames.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Ocupação de leitos
Nesta terça-feira, os quatro hospitais da cidade com leitos de UTI Covid contabilizam 64 pacientes internados. Esse é o menor número de pacientes em leitos intensivos desde o início do mês, mas ainda acima do cenário antes do recrudescimento da pandemia.

No dia 1° de março, por exemplo, eram 36 internados em leitos com respiradores. A taxa de ocupação das UTIs na rede pública e privada está em 91%.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

As enfermarias dos quatro hospitais têm 80% das vagas ocupadas (de 80 no total, 64 estão com pacientes).

No Hospital Municipal, a taxa de ocupação é de 77% com respiradores (de 26 no total, 20 ocupados) e 70% sem respiradores (de 30 no total, 21 ocupados).

No Hospital São Lucas, a taxa de ocupação de leitos é de 100% com respiradores (de 12 no total, 12 ocupados) e 62% sem respiradores (de 16 no total, 10 ocupados).

No Hospital São Francisco, a taxa é de 100% de leitos com respiradores (de 12 no total, 12 ocupados) e de 93% sem respiradores (de 14 no total, 13 ocupados).

No Hospital Unimed, a taxa é de 100% de leitos com respiradores (de 20 no total, 20 ocupados) e de 100% de leitos sem respiradores (de 20 no total, 20 ocupados).

Publicidade