20 de abril de 2021 Atualizado 23:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PANDEMIA

Com dados represados, Americana confirma mais 15 mortes por Covid-19

Município chegou a 368 óbitos pela doença; taxa de ocupação de UTIs na cidade é de 99%, com 85 das 86 em uso

Por André Rossi

30 mar 2021 às 17:14

A Prefeitura de Americana confirmou nesta terça-feira (30) mais 15 mortes provocados pelo novo coronavírus (Covid-19). De acordo com a secretaria de Saúde, o número elevado se deve aos casos represados que aguardavam resultado de exames desde o dia 22 de março.

A cidade soma 13.631 casos confirmados da doença, com 368 óbitos. Neste momento, 513 pacientes estão em isolamento domiciliar e 121 suspeitos aguardam o resultado de exames. Ao todo, 12.722 pessoas se recuperaram.

Confira o perfil das vitimas informadas no boletim desta terça:

– um homem de 70 anos, morador do Jardim dos Lírios, portador de doença cardiovascular crônica, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 22 de março;

– um homem de 50 anos, morador do bairro Jaguari, portador de doença cardiovascular crônica, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 22 de março;

– uma mulher de 88 anos, moradora do bairro Morada do Sol, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 22 de março;

– uma mulher de 69 anos, moradora da Vila Bertine, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 24 de março;

– uma mulher de 66 anos, moradora da Cidade Jardim, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 26 de março;

– um homem de 88 anos, morador do bairro Conserva, portador de hipertensão arterial, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 26 de março;

– uma mulher de 42 anos, moradora do bairro Jaguari, portadora de doença oncológica, que estava internada em hospital particular e faleceu no dia 27 de março;

– um homem de 44 anos, morador do Jardim dos Lírios, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 27 de março;

– uma mulher de 59 anos, moradora do bairro Nova Americana, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 27 de março;

– um homem de 50 anos, morador da Praia Azul, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 27 de março;

– uma mulher de 91 anos, moradora do Jardim Alvorada, portadora de doença cardiovascular crônica e doença neurológica, que estava internada em hospital público da cidade de Paulínia e faleceu no dia 28 de março;

– um homem de 65 anos, morador do bairro Antônio Zanaga, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 28 de março;

– uma mulher de 69 anos, moradora do Jardim Lizandra, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada em hospital particular e faleceu no dia 29 de março;

– um homem de 35 anos, morador da Praia Azul, portador de diabetes, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 29 de março.

– uma mulher de 69 anos, moradora da Praia Azul, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 30 de março;

Ocupação de leitos

Depois de registrar 100% de ocupação no sistema de UTIs (Unidades de Terapira Intensiva) na segunda-feira (29), Americana tem um leito livre com respirador nesta terça-feira. A vaga está no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi.

A taxa de ocupação de UTIs na cidade é de 99%, com 85 das 86 em uso. Já nas unidades de enfermaria – que são aquelas sem respiradores – a porcentagem é de 98%, com 98 dos 100 em uso.

Os três hospitais particulares da cidade estão sem leitos de UTI livres desde o dia 17 de março. Os dois únicos leitos de enfermaria disponíveis estão no São Lucas.

Confira a ocupação em cada hospital:

– HM – 95% com respiradores (20 de 21) / 100% sem respiradores (41 de 41)

– São Lucas – 100% com respiradores (18 de 18) / 87% sem respiradores (14 de 16)

– São Francisco – 100% com respiradores (13 de 13) / 100% sem respiradores (21 de 21)

– Unimed – 100% com respiradores (34 de 34) / 100% sem respiradores (22 de 22)

Publicidade