08 de março de 2021 Atualizado 13:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

EQUIPE

Chico anuncia 13 novos secretários e mantém direção do DAE em Americana

Prefeito eleito revelou os membros do primeiro escalão nesta quarta-feira; secretários adjuntos ainda não foram anunciados

Por André Rossi

24 dez 2020 às 08:14 • Última atualização 24 dez 2020 às 09:06

Prefeito eleito de Americana, Chico Sardelli (PV) anunciou na tarde desta quarta-feira (23) os seus 19 secretários para a gestão 2021-2024. Seis deles já atuavam no governo Omar Najar (MDB). É o caso de Carlos Cézar Gimenes Zappia, que seguirá como superintendente do DAE (Departamento de Água e Esgoto).

Secretários adjuntos e outros membros do governo serão revelados nos próximos dias. No entanto, Chico adiantou que o atual secretário adjunto da Unidade de Transportes e Sistema Viário, Eraldo Camargo, não voltará no próximo ano.

O evento ocorreu no escritório político do Chico, localizado no Jardim São Paulo, com participação do vice Odir Demarchi (PL) e do filho de Chico, Franco Ravera Sardelli, que será responsável pela chefia de Gabinete do prefeito. Empresário e formado em direito, ele também coordenou a campanha do pai à prefeitura.

Chico confirmou durante a coletiva que teve dificuldades para escolher alguns membros devido a “concorrência” da iniciativa privada. Ele não revelou em quais pastas e fez questão de reforçar que todos os anunciados são profissionais experientes e capazes.

“A concorrência do mercado é forte. E, às vezes, a gente encontrou barreiras e dificuldades, principalmente na questão financeira”, afirmou Chico.

O prefeito eleito explicou que a permanência de Zappia no DAE tem a ver com o andamento de projetos que já estavam engatilhados, como o financiamento para troca de redes. Desde o início da campanha, o político defendia a continuidade das ações iniciadas por Omar para recuperar o departamento.

“Nós levamos em conta alguns tópicos. Primeiro, tudo aquilo que já tem sido investido. E segundo que nós não podemos correr risco nesse momento. Já temos problema com água na cidade, que tem sido quase recorrente, mas tem sido tratado com muita responsabilidade pelo atual prefeito”, afirmou Chico.

Em entrevista ao LIBERAL, Zappia se disse muito contente pelo convite para seguir no departamento. A continuidade da troca de redes e a construção de novos reservatórios são algumas das prioridades.

“O trabalho que tem por vir ainda é bastante árduo. A prioridade que o Chico nos passou, sempre está batendo numa tecla, que é impedir que haja falta d’água. Para isso, nós já apresentamos para ele um planejamento. Ele vai estar fazendo uma avaliação e juntos, no início do mandato, nós vamos poder determinar as prioridades”, explicou Zappia.

Nomes anunciados pelo prefeito eleito para o 1º escalão – Foto: Editoria de arte / O Liberal

Os demais secretários de Omar que continuarão com Chico são: Fernando Giuliani, em Cultura e Turismo, Adriano Camargo Neves, de Obras, Ângelo Sérgio Marton, de Planejamento, José Carlos Marzochi, superintendente da Fusame (Fundação Saúde de Americana), e Vinicius Ghizini, na Educação.

Esse último é o único que continuará na equipe, mas em outra pasta. Ele é secretário de Governo de Omar e já ocupou anteriormente o posto de subsecretário de Educação.

“Fico grato ao prefeito eleito pela indicação, confiança e pela possibilidade de voltar ao trabalho com educação. Venho da sala de aula e sei que é uma área estratégica para execução do plano de governo. A expectativa é de grandes desafios em função da pandemia e é preciso analisar o cenário com a aproximação do ano letivo”, comentou Ghizini.

Para a Saúde, uma das principais secretarias, Chico escolheu o fisioterapeuta Danilo Carvalho Oliveira, que tem passagem pelo Ministério da Saúde. Para a Fusame, no entanto, o político manteve Marzochi como superintendente.

“[Danilo] É um expert na área de saúde pública, principalmente em hospitais de saúde pública. Nós não fizemos a mudança dos dois [Saúde e Fusame] para que nós possamos abranger o Dr. Danilo, que está chegando, mas também tendo a experiência desses cinco, seis anos do Marzochi na Fusame. Para que eles possam empreender juntos caso tenham alguma dúvida nesse início de governo”, destacou Chico.

Apesar de ter a maior fatia, o orçamento da Saúde sofreu redução de 5% de 2020 para 2021: de R$ 208,8 milhões para R$ 198 milhões. O valor corresponde aos recursos tanto da secretaria de Saúde quanto da Fusame.

Ao LIBERAL, Danilo ponderou que a redução de recursos é um fenômeno que tem acontecido no país inteiro em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Os desafios da gestão foram amplamente discutidos pelo prefeito comigo e acreditamos que os desafios serão inúmeros, mas acreditando na capacidade técnica que o próprio município dispões, a disponibilidade que eu enquanto secretário irei colocar, e toda disponibilidade que estão colocando na pasta da Saúde, acreditamos que temos condições sim de superar os desafios”, afirmou Danilo.

Uma das “surpresas” foi o indicação do vereador reeleito Luiz Carlos Cezaretto, o Luiz da Rodaben (Cidadania) para assumir a Habitação. Dessa forma, sua cadeira na câmara será assumida pelo suplente Otto Kinsui (Cidadania).

O “sim” para Chico só saiu às 14 horas desta quarta-feira, segundo o futuro secretário. “Chico já tinha me chamado logo no começo. Tinha tido resistência, não tinha aceitado. Veio ele, Odir e acabamos aceitando o convite. Eu entendo que minha experiência política pode contribuir muito com a pasta”, disse Rodaben.

O secretariado de Chico também terá um “medalhão”: o ex-prefeito Erich Hetlz (Podemos) será o superintendente da Ameriprev (Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Americana).

Publicidade