Candidaturas são definidas em Americana

As convenções realizadas no domingo e nesta segunda-feira definiram nomes de Erich Hetzl (PDT) e Omar Najar (PMDB) para prefeitura


Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Omar confirmou a participação nas eleições com o apoio de 11 partidos para a majoritária

Duas convenções partidárias definiram Erich Hetzl (PDT) e Omar Najar (PMDB) como dois dos candidatos à Prefeitura de Americana no pleito de 2 de outubro deste ano. O primeiro teve o nome indicado com o apoio já oficial de cinco partidos que realizaram as convenções no mesmo dia; ao menos mais duas legendas devem confirmar apoio ao ex-prefeito. Omar confirmou a participação nas eleições com o apoio de 11 partidos para a majoritária e confirmou dobradinha com o atual vice-prefeito Roger Williams (PSDB).

PT, PSL e PC do B tiveram representantes presentes na convenção de Hetzl e realizam suas próprias convenções durante a semana, mas devem apoiar o ex-prefeito. O vice na chapa, inclusive, deve sair do PC do B. Na semana passada os comunistas chegaram a propor o lançamento de uma candidatura própria, mas no domingo o presidente municipal da legenda até mesmo discursou no evento. No último domingo, declararam apoio à chapa do PDT, as legendas SDD, PRB, PTN, PP e também o PTB.

O nome do candidato a vice de Erich deve sair nesta terça-feira, quando o PC do B realiza convenção. O grupo foi denominado Aliança Democrática Popular. “Me sinto apto a disputar a eleição devido à minha longa experiência como servidor público, secretário, vice-prefeito e prefeito”, disse o candidato nesta segunda.

Foto: Divulgação
O nome do candidato a vice de Erich deve sair nesta terça-feira, quando o PC do B realiza convenção

Omar confirmou também a candidatura ao lado de Roger Willians, seu atual vice-prefeito e indicado pelo PSDB. O candidato à reeleição terá a maior chapa em toda a disputa. Onze partidos firmaram apoio a ele nesta segunda-feira.

Ainda nesta semana devem ser confirmadas as candidaturas de Luciano Corrêa (PSD) e Dimas Zulian (Rede). Em seu discurso, Omar afirmou que a situação econômica da cidade dificultou as ações no atual mandato, mas que vem “arrumando a casa” e prevê um segundo mandato com melhor situação para a cidade. “Eu nunca prometi um mar de rosas, mas Americana tem recuperação, a batalha não será fácil, mas vamos conseguir botar a cidade em ordem.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora