18 de janeiro de 2021 Atualizado 22:42

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

AMERICANA

Campanha de Maria Giovana teve a maior doação do PDT no Estado

Presidente nacional do partido, Carlos Lupi vê “vitória política” em desempenho

Por André Rossi

28 nov 2020 às 07:04 • Última atualização 28 nov 2020 às 07:06

Com 62 candidatos a prefeito no Estado de São Paulo, a campanha da americanense Maria Giovana (PDT) foi a que recebeu o maior aporte financeiro da direção nacional do PDT, com R$ 1,120 milhão.

O valor é quase o dobro destinado ao segundo da lista, Ronaldo Lacerda, de Diadema, que teve R$ 600 mil e também não se elegeu.  

Carlos Lupi (à esq.) esteve presente no ato de filiação de Maria Giovana – Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal

Os dados foram compilados pelo LIBERAL com base no Divulgand (Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais), plataforma mantida pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Na eleição do dia 15 de novembro em Americana, Maria Giovana ficou em segundo lugar, com 29.562 votos, o que representa 26,74% do total de votos válidos. Foi a primeira vez que a política disputou a prefeitura.

Em entrevista ao LIBERAL, o presidente nacional do PDT, o ex-ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, explicou que os critérios para destinação de recursos levaram em consideração o tamanho da cidade, possibilidade de vitória e ainda a destinação de 30% para candidaturas de mulheres.

Antes mesmo do aporte financeiro, a presença de Lupi no ato de filiação da vereadora ao PDT, em 11 de março deste ano, já evidenciava que ela era uma das principais apostas do partido no Estado. O evento também serviu para lançar a pré-candidatura à prefeitura.

Questionado sobre desempenho de Maria Giovana, Lupi disse que a votação foi expressiva, ainda mais por se tratar de sua primeira disputa ao Executivo, e que o investimento realizado na campanha “foi condizente com as possibilidades que ela tinha”.

“É um quadro novo, jovem, tem um futuro promissor. Quando você perde uma eleição, não quer dizer que você não tenha tido uma vitória política. Na minha opinião, ela teve uma vitória política aí em Americana”, analisou Lupi.

Contexto estadual
Entretanto, o presidente admite que o desempenho do PDT no Estado ficou abaixo do esperado.

Dos 62 candidatos a prefeito, apenas cinco se elegeram. São eles: Paulo Silva (Mogi Mirim), José Fernandes (Assis), Silvana Zanin (Canas), Rodrigão (Barão de Antonina) e Matheus Moris (Oriente).

“A gente esperava mais, alguns desempenhos melhores. A gente acreditava que ia fazer de 10 a 15 prefeitos. Ficou aquém do que a gente esperava. Vamos continuar na luta até conseguir fortalecer o partido”, afirmou Lupi.

Publicidade