Câmara rejeita aumento de 4% no IPTU em Americana

Foram nove votos pelo aumento e oito contrários, mas era necessária maioria absoluta para o projeto ser aprovado, ou seja, dez votos


O projeto que previa 4% de aumento no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de Americana em 2019 foi rejeitado nesta quinta-feira (1º), em votação na sessão da Câmara Municipal. Foram nove votos pelo aumento e oito contrários, mas era necessária maioria absoluta para o projeto ser aprovado, ou seja, dez votos.

Foto: George Aravanis / O Liberal
Aumento de 4% no IPTU de Americana foi rejeitado nesta quinta-feira, em votação durante a sessão da Câmara

Na hora da votação, o vereador Rafael Macris (PSDB), cujo partido rompeu politicamente com o prefeito Omar Najar (MDB), se absteve de votar. Se ele votasse contra, ficaria empatado e o presidente da Casa, Alfredo Ondas (MDB), desempataria.

Votaram a favor do aumento Otto Kinsui (MDB), Juninho Dias (MDB), Kim (MDB), Leco (PDT), Leo da Padaria (PCdoB), Rodaben (PP), Odir Demarchi e Pedro Peol ((PV) e Thiago Martins (PV)

Contra o aumento ficaram os vereadores Gualter Amado(PRB), Guilherme Tiosso (PROS), Maria Giovana (PCdoB), Marschelo Meche (PSDB), Padre Sérgio (PT), Thiago Brochi (PSDB), Vagner Malheiros (PDT), Welington Rezende (PRP). A discussão durou quase 1h30 durante a sessão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!