12 de maio de 2021 Atualizado 11:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

LEGISLATIVO

Câmara descarta construção de novo prédio em Americana

Valores para viabilizar obra afastaram a possibilidade; presidente oficializa mudança de endereço

Por André Rossi

13 abr 2021 às 07:54 • Última atualização 13 abr 2021 às 08:47

A Câmara de Americana descartou a construção de um prédio próprio, neste momento de pandemia, por conta dos altos valores envolvidos. Para lidar com os problemas estruturais do atual endereço, a Casa vai alugar um novo imóvel, localizado na Avenida Monsenhor Bruno Nardini, ao lado das Indústrias Nardini.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

A mudança foi anunciada pelo presidente da câmara, Thiago Martins (PV), durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (12). O político também fez um balanço dos primeiros 100 dias da atual legislatura.

Conforme adiantado pelo LIBERAL no sábado, o novo prédio custará R$ 45 mil por mês. O valor é inferior ao cobrado no atual imóvel da Praça Divino Salvador, que é R$ 54,6 mil e passará para R$ 60 mil em setembro.

Prédio na Av. Monsenhor Bruno Nardini será a nova casa da câmara – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

A mudança de sede deverá ocorrer entre dezembro deste ano e janeiro de 2022, após a conclusão de adequações estruturais que serão necessárias para comportar o Legislativo. O novo contrato de locação irá resultar em uma economia de mais de R$ 200 mil por ano.

Durante entrevista para a imprensa depois da coletiva, Martins contou que chegou a conversar com o prefeito Chico Sardelli (PV) a respeito de um terreno público que poderia sediar a câmara. A área fica na Rua São Gabriel, próximo do portal de entrada.

No entanto, os altos valores para viabilizar a construção fizeram com que o Legislativo desistisse da ideia. O presidente espera que, no futuro, a construção seja possível.

“Lá seria meu sonho. Quis sim construir, mas a partir do momento que comecei a sentar, com muita responsabilidade, buscando orçamentos, vendo projetos já feitos…. Hoje estamos falando de R$ 10, R$ 12, R$ 15 milhões”, afirmou Martins.

O prédio que será alugado pela câmara pertence a Transportadora Della Volpe, de São Paulo. A negociação foi feita diretamente com os proprietários do imóvel, sem intermédio de corretores ou imobiliárias.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Martins já alinhou as adequações necessárias com os donos e chegou a um acordo para só pagar aluguel quando se mudar, de fato. Ou seja, não haverá pagamento duplicado. A intenção é gastar o menos possível na mudança e aproveitar os móveis atuais.

“O prédio possui estrutura moderna e funcional, é mais novo, bem localizado e bem estruturado. Após uma longa negociação, conseguimos alugar o espaço com um valor consideravelmente abaixo do valor de mercado e todas as adaptações serão custeadas pelo proprietário”, afirmou o presidente.

Martins comentou ainda que não foi procurado pelos donos do imóvel da Divino Salvador para tentar uma nova negociação. Ele garante que não há chance de mudar de decisão.

“Hoje não tem mais nenhum tipo de conversa. Mesmo se fizerem o mesmo valor desse prédio, as condições são bem diferentes”, disse.

Publicidade