Câmara vai digitalizar arquivo e protocolos

Ao longo das décadas, sistema gerou enorme quantidade de papéis, hoje arquivados em três salas do prédio onde funciona o Legislativo


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Atualmente, toda propositura elaborada pelos vereadores são impressos, assinados, encaminhados ao Executivo, quando é o caso, e arquivados na Câmara

A Câmara de Americana aprovou a criação de uma divisão de digitalização de documentos e iniciará nas próximas semanas o trabalho junto ao arquivo morto do Legislativo. Também está prevista a implantação de sistema de assinatura digital de documentos, para que, no futuro, eles sejam emitidos pelos gabinetes sejam apenas digitais, evitando gastos excessivos com impressões e, depois, arquivamento.

Atualmente, toda propositura elaborada pelos vereadores – as milhares de indicações, requerimentos, projetos, moções, entre outros documentos – é impressa nos gabinetes, assinada fisicamente, encaminhada ao Executivo, quando é o caso, acaba arquivada na câmara. Ao longo das décadas, esse sistema gerou enorme quantidade de papéis, hoje arquivados em três salas do prédio onde funciona o Legislativo.

A versão digital desses documentos fica disponível online e no sistema da câmara. O objetivo da implantação da assinatura de digital é diminuir o uso de papel e agilizar os processos – como ocorre no Judiciário, por exemplo. Dessa forma, os documentos seriam arquivados digitalmente e encaminhados à prefeitura da mesma forma.

“A intenção é trazer modernização. A gente quer evitar esse trâmite de papéis, e isso já está bem adiantado. Com certeza vai trazer bastante economia, mas só vamos ter uma ideia com a coisa andando”, afirmou o presidente da câmara, Alfredo Ondas (MDB).

ARQUIVOS. Paralelo à implantação da assinatura digital, a câmara também pretende iniciar a digitalização de seus arquivos.

“Nossa ideia é de paulatinamente digitalizar todo acervo que nós temos aqui, para que tenhamos a garantia da eternização desses documentos. Daqui a 40, 50, 60 anos, se alguém precisar de um documento, teremos ele fácil. A câmara já fez no passado aquisição de equipamentos para isso, mas até hoje não foi utilizado. Temos funcionários treinados para isso, então essa nova divisão não terá necessidade de aumento no quadro de funcionários, vamos fazer uma realocação de funções”, explicou o presidente.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!