07 de maio de 2021 Atualizado 23:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Recursos

Câmara de Americana devolve R$ 4 milhões do duodécimo para a prefeitura

Prefeito se reúne nesta quarta-feira com secretária da Fazenda para definir destinação do recurso extra

Por Ana Carolina Leal

04 Maio 2021 às 16:41

A Câmara de Americana anunciou nesta terça-feira (5) que vai devolver R$ 4 milhões do duodécimo para a prefeitura. O recurso estava reservado para a construção do novo prédio da Casa, que havia sido anunciado em 2019. O Legislativo, no entanto, desistiu de investir em uma sede própria, neste momento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), por conta dos altos valores envolvidos.

Para lidar com os problemas estruturais do atual endereço, a Câmara vai alugar um novo imóvel, localizado na Avenida Monsenhor Bruno Nardini, ao lado das Indústrias Nardini. A devolução foi oficializada em reunião com o presidente da Casa, Thiago Martins (PV), o prefeito Chico Sardelli (PV) e a secretária de Fazenda, Simone Bueno.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O presidente do Legislativo explicou que a Câmara deixará de receber R$ 500 mil por mês, a partir de maio, em oito parcelas até dezembro de 2021. “É nossa responsabilidade social contribuir para que o município tenha o máximo de recursos públicos para atender as demandas da população. Além de reforçar os cofres públicos, essa ação facilita a aprovação das contas da Câmara junto ao Tribunal de Contas, pois o dinheiro não fica parado conosco”, declarou.

O ofício do Legislativo foi protocolado, nesta terça-feira, na prefeitura. Com isso, a administração municipal se desobriga de repassar R$ 500 mil mensais à Câmara.  

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“A colaboração que temos recebido é muito importante. No momento em que vivemos, a Câmara, por meio de seu presidente e com o apoio dos vereadores, tem sido muito correta e parceira, comprometida com os resultados na administração pública”, afirmou o prefeito.

O chefe do Executivo e a secretária da Fazenda se reúnem nesta quarta-feira (5) para definir a destinação do recurso extra.

Publicidade