Câmara de Americana devolve 16% do orçamento previsto

Cortes foram feitos de maneira que não houvesse desperdícios, diz presidente


O presidente da Câmara de Americana, Alfredo Ondas (MDB), anunciou nesta quarta-feira a devolução de R$ 4,4 milhões do orçamento de 2018 que não foram utilizados. As verbas voltarão para os cofres da prefeitura. O montante corresponde a 16% do que foi destinado pelo Executivo ao Legislativo em 2018.

De acordo com informações da câmara, no biênio da presidência de Ondas, a devolução de verbas foi recorde: R$ 10,3 milhões, sendo esses R$ 4,4 milhões de 2018, mais R$ 2,5 milhões devolvidos em 2017, além de R$ 1,5 milhão que foi cortado do orçamento de 2017 e outro R$ 1,7 milhão cortado do orçamento de 2018. Esses dois últimos valores nem chegaram a ir para a conta da câmara.

Ondas anunciou a devolução ao prefeito Omar Najar (MDB) em coletiva de imprensa com a participação de mais oito parlamentares. O prefeito agradeceu o esforço dos vereadores em alcançar a economia, que reforça as contas da Administração. Ondas, por sua vez, disse que os cortes foram feitos de maneira que não houvesse desperdícios, sem também provocar reflexos no trabalho dos parlamentares.

“A gente procurou tratar isso com gestão. Temos funcionários competentes na Casa e desde o primeiro dia trouxemos isso para esses funcionários da área técnica. Se a gente fizesse uma redução que atrapalhasse o trabalho dos vereadores, a gente não estaria contribuindo para o propósito do Legislativo e todas suas funções”, afirmou o presidente.

Entre as ações de economia elencadas pela câmara estão a revisão de todos os contratos vigentes com fornecedores e a reestruturação administrativa da Casa, diminuindo o número de cargos comissionados de 38 para 26, e os salários dos funcionários. A reforma garantiu uma economia anual de R$ 1,7 milhão aos cofres públicos.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!