Câmara aprova ‘segunda sem carne’ nas escolas

Proposta terá nova votação na semana que vem, e visa, segundo o autor, proporcionar uma alimentação mais saudável aos estudantes


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Projeto de lei apresentado pelo vereador Guilherme Tiosso (PRP) visa substituir a carne da merenda escolar por vegetais que também sejam ricos em proteínas

Os vereadores de Americana aprovaram nesta quinta-feira, em primeira discussão, o projeto de lei do vereador Guilherme Tiosso (PRP), que autoriza a prefeitura a instituir o Programa Segunda Sem Carne nas escolas municipais. A proposta terá nova votação na semana que vem, e visa, segundo o autor, proporcionar uma alimentação mais saudável aos estudantes, substituindo a carne por vegetais que também sejam ricos em proteínas.

A campanha Segunda Sem Carne é adotada em diversos países e em várias cidades brasileiras, e foi explicada aos vereadores pela gerente de políticas alimentares da HSI (Humane Society International), uma das maiores ONGs globais de proteção animal, Sandra Lopes. Ela abordou os benefícios do programa.

“A proposta é que a proteína animal seja substituída pela proteína vegetal uma vez por semana. A gente tira toda a carne e coloca em substituição diversos alimentos que contém tanta ou mais quantidades nutricionais que a própria carne em si. Isso traz uma reeducação alimentar, faz com que elas recebam uma vez por semana uma alimentação a base de vegetais”, afirmou.

Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
Campanha foi explicada aos vereadores pela gerente de políticas alimentares da HSI

O projeto é apenas autorizativo, então deve ser implantado por iniciativa da prefeitura. De acordo com Sandra, a ONG está disposta a auxiliar o Executivo na elaboração do cardápio e capacitação das merendeiras.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora