31 de maio de 2020 Atualizado 12:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Café na Avenida Cillos é furtado novamente e dono relata insegurança

Proprietário diz ter gastado cerca de R$ 1 mil para reforçar a segurança do estabelecimento, mas medida não foi suficiente para evitar novo furto

Por Leonardo Oliveira

08 abr 2020 às 16:02 • Última atualização 08 abr 2020 às 20:42

Em janeiro, um comerciante de 29 anos dono de um café da Avenida Cillos, em Americana, reforçou a segurança e gastou cerca de R$ 1 mil para consertar os danos causados por um furto em seu estabelecimento. Mesmo com as melhorias, no último domingo (5), o local foi novamente alvo de ação criminosa.

As câmeras de segurança registraram o momento em que o indivíduo força a porta de entrada do estabelecimento. Ele não consegue abrir, sai do ângulo de visão e retorna com uma ferramenta para conseguir romper o obstáculo e entrar. O crime aconteceu à 1h40 e foram levados mercadorias avaliadas em R$ 300, além de outros R$ 200 em dinheiro.

Foto: Reprodução / Câmeras de Segurança
Criminoso conseguiu estourar fechadura da porta de vidro e entrou no café na madrugada deste domingo

“A sensação de insegurança se intensifica com as medidas de quarentena. Os estabelecimentos passam a maior parte do tempo sem a presença de pessoal, sem a circulação de pessoas na rua, e acabam sendo alvo fácil para marginalidade”, disse o comerciante ao LIBERAL – ele pediu para não ser identificado.

No primeiro furto, ocorrido em 26 de janeiro, o modo de agir do criminoso foi o mesmo, utilizando o portão de descarte de lixo para entrar no imóvel e ter acesso à porta de vidro blindex, que cerca o café. Na ocasião, foram levados um notebook, R$ 200 em mercadorias e R$ 100 em dinheiro.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

O comerciante investiu cerca de R$ 1 mil para trocar as fechaduras danificadas e reforçá-las, além da instalação de câmeras de monitoramento, que não foram suficientes para evitar um novo furto.

Ao LIBERAL, o capitão Antonio Carlos Rugero Filho, comandante da 1ª Companhia da PM (Polícia Militar) e responsável pelo policiamento em Americana, afirmou que existe um policiamento direcionado no bairro. “Mantenho viaturas exclusivas para a região, pois se trata de área de interesse de segurança pública”, destaca.

Além da capa

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Ministério Público do Trabalho da 15ª Região, que atende 599 municípios do interior de São Paulo, incluindo a RPT (Região do Polo Têxtil), já recebeu 490 denúncias de irregularidades trabalhistas relativas à Covid-19. O Além da Capa aborda o assunto nesta quarta-feira.

{{1}}