Bandidos usam área da DIG para furtar loja de pneus

Eles abriram um buraco na parede que faz divisa com estabelecimento; prejuízo estimado é de R$ 25 mil


Um furto em uma loja de pneus na Rua Orlando Dei Santi, bairro Campo Limpo, em Americana, deixou um prejuízo de R$ 25 mil. Os bandidos cortaram o cadeado do portão do terreno ao lado, onde está sendo construída a nova sede da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), e abriram um buraco na parede que faz divisa com a loja. O crime foi descoberto na manhã desta segunda-feira, mas só foi registrado na Polícia Civil à noite, já que ao longo do dia o proprietário fez o inventário dos itens levados.

Foram furtados 119 pneus de diversas marcas e modelos, 61 óleos automotivos, além de diversas peças de veículos – como dois batentes, dois braços, quatro discos e uma pastilha de freio.

O empresário José Hermenegildo Roque, proprietário da loja, chegou para trabalhar às 8 horas e percebeu que a parede lateral esquerda havia sido danificada e diversas peças haviam sido levadas. O local não conta com câmeras de segurança.

Foto: João Carlos Nascimento - O Liberal.JPG
O buraco tinha a dimensão de seis blocos, segundo Roque, e foi fechado pela empresa na segunda-feira

Ele disse não entender como o sistema de alarme não disparou. “A gente passa na frente do sensor ele aciona, como não acionou? Se o alarme tivesse sido desligado, a central seria avisada. A parede lateral que abriram faz divisa com uma obra. Fomos embora da loja no horário do almoço no sábado e eles devem ter aproveitado o final de semana para abrir o buraco. Arrombaram o cadeado do portão do lado e se aproveitaram disso, fecharam o portão e ficaram lá dentro, se alguém ouviu deve ter achado que era da obra mesmo”, disse.

O buraco tinha a dimensão de seis blocos, segundo Roque, e foi fechado pela empresa na segunda-feira. O proprietário contou ainda que o local já sofreu outras invasões – há 40 dias, um bandido entrou pelo telhado, mas o alarme disparou e ele fugiu sem levar nada.

Ele ainda lembra que anos atrás também entraram na loja e, mesmo com o alarme disparado conseguiram levar algumas peças, contudo o prejuízo havia sido bem menor. “Quando o alarme aciona a coisa fica rápida e eles não levam muito, mas dessa vez conseguiram não disparar e teve um estrago grande”, afirmou o proprietário. Roque estima que o seguro da loja deve cobrir cerca de R$ 14 mil do prejuízo.

Resposta. A SSP (Secretaria de Segurança Pública) ressaltou que o caso está sendo investigado pelo 1º DP do município, que “trabalha para identificar a autoria”. A Polícia Militar acrescenta que a 1ª Cia do 19º BPM/I realiza patrulhamento ostensivo e preventivo na região da Rua Orlando Dei Santi.

PERTO. Em fevereiro, uma concessionária que fica na Avenida Nossa Senhora de Fátima teve 23 pneus furtados. Eles foram localizados pela Polícia Militar em um veículo Gol, mas a dupla que praticou o crime conseguiu fugir.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!