30 de maio de 2020 Atualizado 16:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Banco desmonta e menino de 4 anos se fere na Cidade Jardim

Criança precisou dar pontos na sobrancelha e mãe questiona qualidade das instalações; Prefeitura vai acionar a empresa responsável para manutenções

Por Isabella Holouka

08 abr 2020 às 16:23 • Última atualização 08 abr 2020 às 20:42

Um garoto de quatro anos sofreu um acidente em um banco de ponto de ônibus na tarde desta terça-feira (7), em Americana. O banco desmontou e a criança caiu, batendo com a testa em uma das ferragens e abrindo um corte na sobrancelha. O caso aconteceu no bairro Cidade Jardim, por volta das 13h30.

Foto: Arquivo Pessoal
Menino se feriu na altura da sobrancelha após cair de banco que desmontou

“Chegamos no ponto de ônibus, ele subiu no banco e nessa hora o banco desceu, quebrou. Soltou completamente, desmontou. Ele caiu em cima das ferragens do banco, o ferro cortou a sobrancelha dele. Deu três pontos”, relatou ao LIBERAL nesta quarta-feira (8) a mãe da criança, uma dona de casa de 34 anos e moradora do bairro.

De acordo com ela, o menino não chegou a pular no banco. Além de contar que a estrutura desmontou, ela diz que os pés não estavam fixos no chão.

Com o auxílio de um vizinho, a criança foi socorrida ao Hospital Municipal, onde recebeu atendimento. Depois de retornar, a mãe notou que o acento do banco estava reposicionado e amarrado.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

A mulher questiona a qualidade objeto e das instalações. “Faz pouco tempo que colocou o banco, ele é novo. Eu vi colocarem, tem menos de um mês. Quebrou tão fácil?”.

Foto: Arquivo pessoal - Divulgação
Depois de retornar do atendimento, a mãe notou que o acento do banco estava reposicionado e amarrado

A reportagem levou o caso ao conhecimento da Prefeitura de Americana, que informou que a Utransv (Unidade de Transportes e Sistema Viário) acionará a empresa responsável para que faça a manutenção do equipamento, verificando a necessidade de troca ou conserto.

“Lembrando que a prefeitura tem canais para receber reclamações como essas, como o SAC (19) 3475-9024 ou a própria Secretaria de Obras (19)3475-3300. Esse caso específico, por exemplo, não tinha chegado ao conhecimento da Administração Municipal”, respondeu em nota.

Além da capa

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Ministério Público do Trabalho da 15ª Região, que atende 599 municípios do interior de São Paulo, incluindo a RPT (Região do Polo Têxtil), já recebeu 490 denúncias de irregularidades trabalhistas relativas à Covid-19. O Além da Capa aborda o assunto nesta quarta-feira.

{{1}}