21 de outubro de 2020 Atualizado 09:35

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Avô de Rafael Macris, José Galvão morre vítima de Covid-19

Aposentado de 88 anos estava internado em um hospital de São Paulo, cidade onde morava, e não resistiu às complicações

Por Rodrigo Alonso

26 set 2020 às 15:25 • Última atualização 26 set 2020 às 15:26

Avô materno do vereador e candidato a prefeito de Americana Rafael Macris (PSDB), o aposentado José Terra Galvão morreu na noite desta sexta-feira (25), aos 88 anos, devido a complicações causadas pelo novo coronavírus (Covid-19). Ele estava internado em um hospital de São Paulo, segundo a assessoria de imprensa do parlamentar.

Rafael Macris ao lado do avô, José Terra Galvão, o Lito – Foto: Reprodução / Facebook

A informação sobre a causa da morte foi revelada por seu genro, o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), por meio das redes sociais.

“Meu sogro José Galvão, o grande Lito, faleceu de Covid na noite de ontem (25). Após um período intubado, não resistiu e foi morar com Deus. Nas lembranças, ficarão os ótimos momentos que passamos juntos. Obrigado, Lito, por tudo que proporcionou a toda nossa família. Descanse em paz!”, escreveu Vanderlei no Twitter.

Galvão morava na capital e sempre atuou no setor administrativo e financeiro. Ele trabalhou na Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) e na CPOS (Companhia Paulista de Obras e Serviços).

O aposentado faleceu por volta das 22 horas. De acordo com a assessoria de Rafael, Galvão foi internado por causa de problemas respiratórios e teria contraído o coronavírus no hospital. Ele tinha outras comorbidades. O velório acontece no Funeral Home, em São Paulo, até as 16 horas. Depois, o corpo será cremado.

O LIBERAL noticiou no último dia 7 que Galvão estava contaminado. Na ocasião, Vanderlei, sua esposa e a filha do casal também contraíram o vírus. No dia seguinte, Rafael também teve confirmação para Covid-19.

Publicidade