Avenida Iacanga deve ter radar de velocidade

Informação é da autoridade de Trânsito, Eraldo Camargo, que não precisou o ponto em que o espião eletrônico pode ser implantado


A Prefeitura de Americana deve instalar um radar para fiscalizar excesso de velocidade na Avenida Iacanga. A informação é do secretário adjunto de Obras e autoridade de Trânsito, Eraldo Camargo, que não precisou o ponto em que o espião eletrônico pode ser implantado.

A Iacanga já teve um radar. Pessoas que trabalham na via e nas proximidades, porém, entendem que a fiscalização eletrônica hoje é desnecessária por causa dos semáforos instalados ali em meio à revitalização. Camargo afirma que a implantação do aparelho ainda não é certa, mas afirma que já houve acidente grave no local recentemente.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Em fevereiro um comerciante foi encontrado morto na Iacanga após uma queda de moto

“Não está tendo (excesso de velocidade) porque foram implantados esses novos semáforos. Não dá tempo [de correr]”, afirma a auxiliar de vendas Cristiane Rodrigues.

Para Lucas Leoncine, que tem um comércio nas imediações da Iacanga, a velocidade não é um problema na avenida hoje. “Eu não sou técnico, lógico, mas pelas alterações que foram feitas, não vejo que o radar é de extrema necessidade”, afirmou. Ele entende que a prioridade para a avenida é sinalização. “Mais à tarde congestiona tudo então não tem necessidade, por causa do semáforo”, afirma a comerciante.

Há, porém quem pense diferente. A auxiliar de escritório Bianca Pinheiro entende que os semáforos evitam os abusos na velocidade, mas, em alguns pontos, ainda há excesso. Era diz se lembrar de um acidente na avenida há cerca de três meses.

Atualmente, Americana tem 14 pontos de radar. De janeiro a abril, os equipamentos flagraram 18.672 infrações de trânsito. Em março, último mês fechado, foram 5.116. Isso equivale a seis multas por hora, em média.

Em fevereiro, um comerciante foi encontrado morto na Iacanga após uma queda de moto – na época, as circunstâncias não estavam claras. O contrato atualmente em vigor com a empresa Mobit permite que a prefeitura use mais aparelhos de fiscalização. Um ponto que já foi anunciado é a Estrada Ivo Macris.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora