01 de março de 2021 Atualizado 23:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

DEMANDA

Assistência Social pede Casa da Mulher Brasileira a ministra

Em encontro com Damares, a secretária Juliani Hellen Munhoz Fernandes pleiteou a implantação da unidade no município

Por André Rossi

09 fev 2021 às 09:23

A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos de Americana, Juliani Hellen Munhoz Fernandes, entregou nesta segunda-feira (8) um ofício para a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, no qual solicita a implantação de uma unidade da Casa da Mulher Brasileira.

O encontro ocorreu durante um almoço na cidade de Campinas, que serviu para discutir sobre o fortalecimento da rede de proteção à criança. O vereador Marcos Caetano (PL) também esteve presente e endossou o pedido.

De acordo com informações do ministério, a Casa da Mulher Brasileira integra no mesmo espaço diferentes serviços para atender aos mais diversos tipos de violência contra as mulheres. Acolhimento e triagem, apoio psicossocial, delegacia, espaço de cuidado das crianças, entre outros.

Segundo a secretária americanense, a unidade serviria para o atendimento de políticas públicas e demandas voltadas para mulheres vítimas de violência.

Esse trabalho já é realizado na cidade por meio dos Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), por exemplo, mas a unidade poderia aprimorar e centralizar o serviço.

Secretária Juliani, ministra Damares e vereador Marcos Caetano – Foto:

“Essas unidades [Casa] permitem acolhimento, atendimento humanizado e encaminhamento da denúncia de forma ágil e especializada. É um ganho para a cidade de Americana”, comentou Juliani.

Atualmente, a Casa da Mulher é implantada em metrópoles. Porém, está em discussão em Brasília a criação de unidades em cidades de médio porte, segundo a secretária.

“A ministra sinalizou interesse e também pediu para uma das assessoras marcar uma agenda em Brasília para conversarmos no futuro. Estamos lutando pela nossa cidade”, destacou Juliani.

No encontro, a secretária também pleiteou recursos para o Conselho Tutelar.

Publicidade