16 de janeiro de 2021 Atualizado 19:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

REVISÃO

Área Azul será retirada do entorno de hospitais a partir da próxima segunda

Medida foi anunciada nesta segunda-feira pelo prefeito de Americana, Chico Sardelli, após reunião com a Estapar, empresa responsável pelo sistema de estacionamento rotativo no município

Por André Rossi

04 jan 2021 às 17:25 • Última atualização 04 jan 2021 às 17:30

O prefeito de Americana, Chico Sardelli (PV), anunciou nesta segunda-feira (4) que a Área Azul será retirada do entorno dos hospitais São Francisco e São Lucas a partir da da próxima segunda-feira (11). A medida foi acordada durante reunião com a Estapar, responsável pelo sistema.

O encontro durou mais de duras horas e foi realizado na tarde desta segunda no gabinete do prefeito. Também ficou encaminhado que, dentro de dez dias, outras mudanças deverão ser realizadas em relação a abrangência da área de cobertura.  

Prefeito Chico Sardelli após reunião com representante da Estapar – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

“Nós chegamos a um bom termo de um possível acordo a ser realizado em dez dias. Daqui uma semana já deixa de cobrar no quarteirão dos hospitais São Lucas e São Francisco. Vamos rever questões de abrangência também”, afirmou Chico.

Outro pedido do prefeito que será acatado pela empresa é a possibilidade do usuário adquirir créditos no comércio ao invés de utilizar o aplicativo de celular ou o parquímetro. Para isso, será firmada uma parceria com comerciantes.

“Para não começar a estender de mais, ficar num chove não molha essa história, que já deu o que falar. Dá um tempo para rever o contrato, rever as cláusulas, para a gente poder resolver esse problema da melhor maneira possível. Quem vai ganhar com isso é o usuário”, disse o prefeito.

De acordo com o diretor da Estapar, Adelcio Antonini, o modelo com máquinas no comércio já existe em outras cidades em que a empresa opera, como São Paulo. Ele ponderou que há uma reclamação na Capital por conta da ausência de terminais de autoatendimento, os “parquímetros”, como os de Americana.

“É uma reclamação que existe porque as pessoas são dependentes do comércio. Então você vê que quando você tem um conjunto, que é o caso do modelo de Americana, você oferece todas essas opções ao usuário, facilitando o dia a dia dele ”, comentou Adelcio.

Ainda não há data para implantação das máquinas no comércio. O próximo passo da empresa é adquirir os aparelhos e definir a parceria com os lojistas.

“É uma solução que facilita principalmente para quem tem dificuldade, eventualmente, de usar o celular ou de usar os terminais de autoatendimento”, disse Adelcio.

O diretor da Estapar informou que, durante o mês de dezembro, 65% dos pagamentos de Área Azul em Americana foram feitos pelo aplicativo para smartphones. Em termos de comparação, o índice na Capital é de 75%.

“Houve um crescimento significativo. O aplicativo facilita muito mais para o cidadão porque ele tem a liberdade de usar da forma e no momento que ele quiser”, comentou Adelcio.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Publicidade