Área Azul começa a multar motoristas em fevereiro

Sistema digital, com o uso de parquímetros, começa a funcionar na segunda-feira e irá triplicar o número de vagas do estacionamento rotativo


A empresa Estapar começa a operar na próxima segunda-feira a Área Azul de Americana, em um sistema que vai mais que triplicar o número de vagas nas quais é obrigatório pagar para estacionar e extinguir a tradicional cartela de papel no painel do carro. A partir de 1º de fevereiro, o estacionamento rotativo começa a funcionar de fato. Quem não pagar pode ser multado, mas só se for reincidente e “abusar” – segundo a prefeitura, a regra para definir quem abusou será o “bom senso”.

Em 1º de março acaba a tolerância. Todos que estacionarem sem pagar e forem flagrados serão multados, segundo a autoridade de trânsito de Americana, Eraldo Camargo. O anúncio foi feito ontem na prefeitura.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Estapar venceu a licitação aberta pela prefeitura para terceirizar e modernizar a Área Azul de Americana

Hoje são 600 vagas na cidade, número que vai saltar para 2.020 (382 só para motos). O horário de funcionamento, que hoje vai das 8 às 16 horas, será das 9 às 18 horas (e das 9 às 13 horas aos sábados). O aumento de vagas vai levar a Área Azul, hoje restrita à região central, para bairros como Vila Medon, Vila Pavan e Girassol.

A Estapar venceu a licitação aberta pela prefeitura para terceirizar e modernizar a Área Azul e vai administrar o sistema por dez anos, prorrogáveis por igual período.

O pagamento terá de ser feito por meio de aplicativo de celular (Vaga Inteligente da Estapar), cartões recarregáveis – que podem ser adquiridos de funcionários da empresa na rua, no escritório da Estapar, na Rua Rui Barbosa, 509, ou em lojas que ainda serão credenciadas – e em 44 terminais de autoatendimento. Estes terminais aceitarão cartão de débito, crédito ou moedas (as máquinas não emitem troco).

Foto: Editoria de arte / O Liberal
Confira como vai funcionar o novo sistema de Área Azul de Americana

Os valores para uma hora seguem os mesmos: R$ 2,50 para carros e R$ 1 para motos. Para duas horas, R$ 5 para carros e R$ 2,50 para motos. Já na semana que vem, afirma Eraldo, o sistema atual, com cartelas vendidas por funcionários nas ruas e em lojas, que é considerado falho, deve ser desativado. Até o fim de janeiro, a empresa Estapar deve trabalhar na orientação de usuários. A partir de fevereiro, será preciso pagar. Quando o motorista estacionar, pode comprar os créditos por uma das maneiras disponíveis.

Ao adquiri-los pelo celular ou nos totens de autoatendimento, o condutor precisará inserir a placa do veículo e o setor em que estacionou – a cidade será dividida em 139 setores. Não haverá tíquetes para colocar no painel do carro. Ao fazer a compra, a placa será inserida automaticamente no sistema.

O tempo de tolerância será de 15 minutos. A fiscalização será feita por um carro da Estapar munido de cinco câmeras, que lerão as placas dos veículos e checarão se foram inseridas no sistema, de acordo com o diretor da empresa, Adelcio Antonini. Quinze minutos depois, se o veículo continuar no local sem o pagamento, a notificação será enviada aos agentes de trânsito da prefeitura eletronicamente, que podem multá-lo.

Segundo Camargo, em fevereiro só será multado quem “abusar”. Inicialmente, os infratores serão notificados por meio de alertas deixados nos próprios veículos. Em fevereiro, todos serão multados. Dos 139 setores, dez ficarão na chamada Área Verde, com permanência máxima de quatro horas – nos outros 129 setores, o limite é de duas horas.

Foto: Prefeitura de Americana / Divulgação
Locais de cobrança por estacionamento na rua

Confira os locais da Área Azul digital:

– Rua Gonçalves Dias, trecho entre a Rua Presidente Vargas e Avenida Campos Sales;

– Avenida Campos Sales, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Rua Washington Luiz;

– Rua Domingos Nardini, trecho entre a Rua Gabriel Idálio de Camargo e Avenida Brasil;

– Rua Marechal Cândido Rondon, trecho entre a Rua Fortunato Faraone e Rua Primo Picoli;

– Rua Julio Prestes, trecho entre a Rua Fortunato Faraone e Rua Washington Luiz;

– Rua Luiz Delbem, trecho entre a Avenida de Cillo e Avenida Brasil;

– Rua Hermann Muller, trecho entre a Avenida Brasil e Avenida Campos Sales;

– Rua Fortunato Basseto, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Avenida Brasil;

– Rua Vital Brasil, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Rua Rui Barbosa;

– Rua Padre Epifanio Estevam, trecho entre a Rua Marechal Floriano Peixoto e Rua Rui Barbosa;

– Avenida Brasil, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Rua Presidente Vargas;

– Rua Fortunato Faraone, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Rua Primo Picoli;

– Rua José Ferreira Aranha, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Rua Primo Picoli;

– Rua Presidente Vargas, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Rua Rio Branco;

– Rua Gabriel Idálio de Camargo, trecho entre a Rua Domingos Nardini e Rua Padre Epifanio Estevam;

– Rua Princesa Isabel, trecho entre a Rua Padre Epifanio Estevam e Rua Primo Picoli;

– Rua dos Professores, trecho entre a Rua Padre Epifanio Estevam e Rua Fernando de Camargo;

– Rua Ari Meirelles, trecho entre a Rua Padre Anchieta e Rua Itororó;

– Rua Padre Anchieta, trecho entre a Rua Quintino Bocaiuva e Rua Duque de Caxias;

– Rua Duque de Caxias, trecho entre a Rua Padre Anchieta e Rua Itororó;

– Rua Itororó, trecho entre a Rua Duque de Caxias e Rua Ari Meirelles;

– Rua Marechal Deodoro, trecho entre a Rua Fernando de Camargo e Avenida Dr. Antonio Lobo;

– Rua Dom Pedro II, trecho entre a Rua Benjamin Constant e Rua Rio Branco;

– Avenida Dr. Antonio Lobo, trecho entre a Rua Marechal Deodoro e Rua Washington Luiz;

– Rua Álvaro Ribeiro, trecho entre a Rua Ipiranga e Rua Jorge Jones;

– Rua Ipiranga, trecho entre a Rua Washington Luiz e Avenida Rafael Vitta;

– Rua Capitão Correa Pacheco, trecho entre a Rua Doze de Novembro e Avenida Nove de Julho;

– Rua Fernando de Camargo, trecho entre a Rua Padre Anchieta e Rua Washington Luiz;

– Rua Primo Picoli, trecho entre a Rua Princesa Isabel e Rua Gonçalves Dias;

– Praça do Trabalhador, estacionamento interno;

– Rua Sete de Setembro, trecho entre a Rua Gonçalves Dias e Avenida Nove de Julho;

– Rua Dr. Cândido Cruz, trecho entre a Rua Primo Picoli e Avenida Nove de Julho;

– Rua Rui Barbosa, trecho entre a Rua Sete de Setembro e Rua Hermann Muller;

– Rua Vieira Bueno, trecho entre a Rua Trinta de Julho e Rua Primo Picoli;

– Rua Joaquim Luiz de Mattos, trecho entre a Rua Rui Barbosa e Rua Washington Luiz;

– Rua Washington Luiz, trecho entre a Av. Dr. Antonio Lobo e Rua Capitão Sebastião Antas;

– Rua Trinta de Julho, trecho entre a Rua Ipiranga e Rua Dr. Vieira Bueno;

– Rua Doze de Novembro, trecho entre a Rua Ipiranga e Avenida Dr. Antonio Lobo;

– Rua Major Rehder, trecho entre a Rua Ipiranga e Rua Sete de Setembro;

– Travessa Charles Hall, trecho entre a Rua Doze de Novembro e Rua Heitor Penteado;

– Rua Jorge Jones, trecho entre a Rua Doze de Novembro e Avenida Nove de Julho;

– Rua Heitor Penteado, trecho entre a Rua Jorge Jones e Rua Sete de Setembro;

– Rua Carioba, trecho entre a Rua Jorge Jones e Rua Professor Roquete Pinto;

– Estacionamento nas laterais do Mercado Municipal;

– Estacionamento sob o Viaduto Ministro Ralph Biasi;

– Estacionamento no interior da Praça Francisco Matarazzo;

– Rua Comendador Muller, trecho entre a Rua Ipiranga e Rua Jorge Jones;

– Rua Francisco Rubbo, trecho entre a Rua Jorge Jones e Rua Sete de Setembro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!