13 de julho de 2024 Atualizado 21:56

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PROBLEMA DE MOBILIDADE

Após problemas, recuperação da Estrada Ivo Macris será refeita a partir de junho

DER ordenou que contratada refaça obra e prefeitura fará manutenções; pista tem reclamações sobre perigo, inclusive para pedestres

Por Gabriel Pitor

25 de maio de 2024, às 08h07

A empresa contratada pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem), em 2021, para realizar a recuperação asfáltica da Estrada Ivo Macris, que liga Americana, Cosmópolis e Paulínia, irá refazer o serviço a partir da segunda quinzena de junho. A informação foi confirmada ao LIBERAL pela autarquia estadual nesta sexta-feira (24).

Recuperação do asfalto da via teve início em dezembro de 2021 – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

A recuperação asfáltica da via teve início em dezembro de 2021 e integrou o programa Novas Estradas Vicinais, do Governo do Estado. A obra foi concluída em dezembro de 2022 e o investimento total foi de R$ 14,2 milhões.

Porém, um mês após a conclusão, a pista já tinha buracos, como noticiou a reportagem em janeiro de 2023. Desde então, a situação só se agravou e virou alvo de reclamações de motoristas.

Nesta quinta (23), a reportagem novamente esteve no local e constatou que aumentaram tanto a quantidade quanto o tamanho dos buracos e das ondulações.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Enquanto as condições da pista pioravam, DER e Prefeitura de Americana se contrapunham quanto às responsabilidades.

O Executivo americanense chegou a dizer que não estava fazendo a manutenção da pista porque a recuperação asfáltica foi entregue com problemas, portanto este fato precisaria ser resolvido antes.

Já a autarquia estadual aponto que há um problema de drenagem da Ivo Macris, que seria de responsabilidade da prefeitura. A administração discordou e empurrou a culpa para o departamento.

Nos últimos meses, foram realizadas reuniões para que as partes pudessem chegar a um consenso, o que aconteceu no fim de abril.

Ficou acordado que o DER obrigaria a empresa contratada a refazer a recuperação, enquanto a prefeitura realizaria uma operação tapa-buraco e manutenções no entorno e no sistema de drenagem.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Nesta sexta, o departamento informou ao LIBERAL que “os serviços de recuperação da Estrada Ivo Macris serão refeitos pela empresa executora das obras, na segunda quinzena de junho.”

Por sua vez, a Prefeitura de Americana disse que vai realizar o serviço de tapa-buraco, bem como “a limpeza em pontos específicos da extensão da via, como nas proximidades de placas de trânsito, cabeceira da ponte e dos assentamentos.”

Condições da pista colocam pedestres em risco

As condições precárias da Ivo Macris estão colocando em risco moradores do Milton Santos, Monte Verde e Roseli Nunes, que transitam a pé entre os assentamentos na beirada da pista, próximos aos veículos em alta velocidade que desviam de buracos e ondulações.

O LIBERAL flagrou nesta quinta um carro saindo da pista para desviar de um buraco no momento em que um idoso, com uma bicicleta, subia a estrada. O homem teve de parar e observar o que o motorista iria fazer.

Essa situação, de acordo com o arquiteto-urbanista Victor Chinaglia, 57, tem sido frequente. “Há um trânsito muito grande de mães com criança no horário escolar e de trabalhadores, é muito perigoso. Não há um acostamento e um passeio. Essa estrada é o principal eixo de desenvolvimento de Americana e é tratada como uma vicinal, então a segurança ficou em quinto plano”, afirmou.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Já o engenheiro ambiental Matheus Fernandes, 32, usa via diariamente para ir de Americana a Paulínia. Ele contou que além dos pedestres, muitos animais também andam na beirada da pista.

“Está muito perigoso. Há um mês, em uma das baixadas, fui desviar do buraco e quase perdi o controle e fui para o meio do mato. Tem gente que desvia na contramão”, disse.

Segundo o DER, a questão dos pedestres é de responsabilidade da prefeitura, que tem a incumbência de fazer a manutenção da via. O Executivo americanense, por sua vez, não se manifestou sobre o assunto.

Publicidade