30 de maio de 2020 Atualizado 14:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Após perseguição policial e acidente, dupla é presa em Americana

Após furto praticado na cidade, suspeitos ainda causaram um acidente de trânsito quando tentavam fugir

Por Leonardo Oliveira

03 abr 2020 às 09:39 • Última atualização 03 abr 2020 às 09:49

Dois homens, de 25 e 31 anos, foram presos na tarde desta quinta-feira (2), em Americana, depois de terem sido flagrados com um veículo furtado. Na tentativa de fuga, eles mobilizaram diversas viaturas da PM (Polícia Militar) em uma perseguição policial que percorreu algumas das principais vias da cidade.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Foto: Polícia Militar/Divulgação
Saveiro furtada no mês passado foi utilizada pelos suspeitos na tentativa de fuga 

As informações constam em um boletim de ocorrência registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana. Os dois suspeitos foram flagrados na Rodovia Astrônomo Jean Nicolini, em Nova Odessa, às 16h40. Eles estavam em uma VW Saveiro que havia sido furtada em Americana no mês passado.

Ao notar a presença da viatura, o motorista seguiu em alta velocidade, acessou a SP-304 (Rodovia Luiz de Queiroz) e entrou em Americana, sendo seguido por policiais. A Saveiro acessou a Rua Tereza Linarello Meneghel na contramão, colidindo frontalmente contra um Ford Ka – ninguém se feriu.

A dupla deixou a Saveiro e tentou fugir a pé, mas acabou capturada. No veículo que eles ocupavam havia diversos objetos furtados, como um óculos de sol, um macaco automotivo, um pendrive e um perfume. Uma parte dos itens foram subtraídos de um Fiat Siena, na tarde de ontem.

Só um dos detidos confessou o furto da Saveiro e dos objetos, mas as vítimas reconheceram os dois como autores dos crimes. Eles foram levados até a CPJ e o delegado responsável determinou a prisão da dupla por furto qualificado e receptação.

O homem de 31 anos, um montador de móveis, estava foragido do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Campinas desde o mês de janeiro. Eles foram levados para a cadeia de Sumaré e aguardavam por transferência para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana até a publicação desta reportagem.