23 de Maio de 2020 Atualizado 11:23

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

Após janela partidária, PV fica com a maior bancada da Câmara de Americana

Geraldo Fanali e Léo da Padaria reforçam partido, que já tinha Thiago Martins e Pedro Peol; nove vereadores trocaram de agremiação

Por André Rossi

07 abr 2020 às 08:17 • Última atualização 07 abr 2020 às 13:18

Nove dos 19 vereadores da Câmara de Americana trocaram de partido durante a janela partidária, que começou no dia 5 de março e terminou na última sexta-feira. O PV tomou o lugar do MDB e se tornou a principal bancada no Legislativo, com quatro vereadores. Até então, o MDB era o partido com maior número de parlamentares, quatro, mas ficou só com dois representantes.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

O PV tem o ex-deputado estadual Chico Sardelli como pré-candidato a prefeito e se fortalece na Casa após críticas abertas de Thiago Martins, que disse publicamente que mudaria de agremiação caso o partido não tivesse candidato próprio. Além de Pedro Peol e Thiago, que permaneceram, o PV recebeu o reforço de Léo Alves, o Léo da Padaria, que estava no PCdoB, e de Geraldo Fanali, que saiu do Patriota.

Uma movimentação que já havia sido ventilada e se concretizou foi a de Luiz Carlos Cezaretto, o Luiz da Rodaben, no Cidadania. As dificuldades de comunicação com o diretório estadual de seu ex-partido, PP, influenciaram na decisão.

O atual presidente da Casa afirmou que é pré-candidato a prefeito, assim como Otto Kinsui, que deixou o MDB e também foi para o Cidadania.

“Não tinha me colocado até agora como pré-candidato porque não tinha essa liberação do PP, mas hoje tenho essa condição. Tanto eu quanto o Dr. Otto, qualquer um dos dois está apto a ser prefeito de Americana. Vamos lançar os dois [a pré-candidatos], o partido vai analisar qual o melhor na situação e aí decide quem vai ficar”, explicou Rodaben.

Conforme publicado pelo LIBERAL no último sábado, o ex-emedebista Antonio Alves Jorge, o Kim, também confirmou que é pré-candidato a prefeito pelo Solidariedade. Os demais vereadores que confirmaram a intenção de concorrer ao Executivo são Maria Giovana Fortunato (PDT) e Welington Rezende (Patriota). Já Rafael Macris é um três cotados pelo PSDB para disputar a eleição.

O único partido que deixou de ter representantes na Casa foi o PCdoB, com as saídas de Maria Giovana e Léo da Padaria. Além de Solidariedade e Cidadania, as legendas que agora contam com parlamentares são PTB (Renato Martins, ex-PDT) e PSL (Marschelo Meche, ex-PSDB).

{{1}}

Alfredo Ondas – ficou no MDB
Juninho Dias – ficou no MDB
Pedro Peol – ficou no PV
Padre Sérgio – ficou no PT
Rafael Macris – ficou no PSDB
Thiago Brochi – ficou no PSDB
Welington Rezende – ficou no Patriota
Gualter Amado – ficou no Republicanos
Thiago Martins – ficou no PV
Odir Demarchi – ficou no PL
Marschelo Meche – saiu do PSDB para o PSL
Maria Giovana – saiu do PCDoB para o PDT
Vagner Malheiros – saiu do PDT para o PSDB
Kim – saiu do MDB para o Solidariedade
Renato Martins – saiu do PDT para o PTB
Geraldo Fanali – saiu do Patriota para o PV
Luiz da Rodaben – saiu do PP para o Cidadania
Léo da Padaria – saiu do PCDoB para o PV
Otto Kinsui – saiu do MDB para o Cidadania