19 de outubro de 2020 Atualizado 17:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

Após declarar apoio a Chico Sardelli, Omar grava vídeo com Rafael Macris

Prefeito diz que tucano “tem experiência suficiente também” para o cargo; ao LIBERAL, Omar brinca: “voto é secreto”

Por André Rossi

21 set 2020 às 18:37 • Última atualização 16 out 2020 às 10:07

Depois de declarar apoio à candidatura de Chico Sardelli (PV), o prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), gravou um vídeo nesta segunda-feira (21) ao lado do vereador e candidato a prefeito, Rafael Macris (PSDB), no qual diz que o tucano “tem experiência suficiente também” para assumir o cargo.

APOIO – Me encontrei hoje com o prefeito Omar, que ratificou seu apoio à nossa pré-candidatura. Agradeço pelas palavras, prefeito. Vamos continuar o trabalho de austeridade que Omar tem feito pela cidade.

Publicado por Rafael Macris em Segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Na última quarta-feira (16), Omar participou do ato político que oficializou a candidatura de Chico. Na oportunidade, ele disse que Americana precisava de “pessoas maduras” e que “a bagagem representa muito”.

“Eu sei a pessoa que seria o ideal prefeito para Americana. Na minha avaliação, acho que o Sardelli é a melhor pessoa para assumir a prefeitura neste momento”, afirmou Omar no evento.

Já no vídeo ao lado de Rafael nesta segunda-feira, Omar cita que o tucano foi líder de Governo na câmara e que é um “rapaz trabalhador”.

Rafael Macris recebeu o apoio de Omar em vídeo divulgado nas redes sociais do tucano – Foto: Reprodução

“Ajudou bastante a gente na administração e ele tem a experiência suficiente também para assumir um cargo de uma responsabilidade muito grande, que é a Prefeitura de Americana”, disse Omar.

Rafael agradeceu o apoio e falou em dar continuidade ao trabalho do prefeito. “Vamos continuar o seu trabalho de austeridade, responsabilidade com o dinheiro público e desenvolver essa cidade”, disse o vereador.

Questionado pelo LIBERAL sobre o vídeo, Omar explicou que não poderia “virar as costas” para quem ajudou sua administração. O prefeito destacou o apoio que teve do pai e do irmão de Rafael, os deputados Vanderlei Macris (federal) e Cauê Macris (estadual).

“Não seria lógico eu pegar e virar as costas para ele. Eles pediram para eu fazer uma declaração e eu fiz com bom gosto. Não tenho nada a esconder. É público e notório que eles me ajudaram e, nesses seis anos que eu fui prefeito, eles nunca deixaram de apoiar, inclusive minha candidatura”, ressaltou Omar.

O prefeito reforçou que viu como algo de bom tom ele dizer que Rafael “também seria uma opção”. Quando perguntado sobre quem teria seu voto nas eleições de novembro, ele desconversou. “O voto é secreto”, disse Omar, aos risos.

Publicidade