Apenas três postos ainda têm doses de vacina da gripe em Americana

Campanha de vacinação contra gripe foi retomada nesta quinta-feira com intensa procura na cidade; veja os locais onde ainda existem doses disponíveis


A vacinação contra a gripe foi retomada em Americana nesta quinta-feira (26) com intensa procura. Apenas três locais ainda possuem doses, segundo a Secretaria de Saúde.

Clique aqui e se inscreva no nosso canal do Telegram e receba as notícias no seu celular!

Pouco antes das 16 horas, a prefeitura informou ao LIBERAL que os postos que continuavam com a vacinação eram a UBS (Unidade Básica de Saúde) do Antonio Zanaga, o drive thru do supermercado São Vicente e o do Núcleo de Especialidades.

Foto: Marcelo Rocha/O Liberal
Vacinação teve filas em alguns postos de Americana nesta quinta-feira

Na somatória entre o primeiro dia da campanha até o período da manhã desta quinta-feira, foram aplicadas 11.862 doses em idosos e profissionais da saúde.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

Dessas, 9,6 mil foram aplicadas somente na segunda-feira (23), esgotando o primeiro lote recebido pelo governo estadual. O município recebeu essa semana mais 11 mil doses da vacina, que protege contra H1N1, H3N2 e Influenza B.

DRIVE THRU

Novidade na campanha deste ano, o drive thru teve grande procura e, segundo a prefeitura, formaram-se filas com mais de um quilômetro.

Foto: Marcelo Rocha/O Liberal
Drive Thru foi aprovado por idosos que buscaram a vacinação esta semana

A medida permite a aplicação da dose sem que o idoso saia do carro e foi adotada no estacionamento do Supermercado São Vicente (próximo à UBS Cillos), Núcleo de Especialidades e UBS do Parque Gramado. Ela é uma forma de impedir aglomeração de idosos para protegê-los do novo coronavírus (Covid-19).

A pensionista Claudete Magali Moreno, de 68 anos, foi até o estacionamento do Supermercado São Vicente na manhã desta quinta-feira para se vacinar. Com medo do coronavírus, ela achou que o drive thru foi uma “boa ideia” para proteger os idosos.

Ela precisou enfrentar uma grande fila de carros e contou que flagrou até pessoas tentando “furar a ordem”. “Fiquei uma hora e quarenta minutos dento do carro, tem que ficar de cinto, de máscara, a gente se sente mal. Mas fui muito bem atendida, trabalham muito bem”, afirmou.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

A prefeitura reconheceu que houve demora acima do normal. “Ocorre que não é simplesmente aplicar a vacina, os profissionais precisam orientar o morador, anotar o selo de vacinação na carteirinha e também questionar sobre o atual quadro de saúde dele. Além disso, muitos veículos acabam levando de três a quatro idosos ao mesmo tempo”, explicou a Secretaria de Saúde.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora