Antes da agressão, Diego chegou a cumprimentar Omar

Omar e Diego nunca tinham se encontrado desde que o emedebista se tornou prefeito - Diego foi cassado em 2014


Vídeo:

O prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), afirmou que o prefeito Diego De Nadai (sem partido) até o cumprimentou antes de agredi-lo com um tapa no rosto, ao final de uma audiência sobre um processo criminal contra o prefeito cassado, por volta das 15h desta quinta-feira (15). Sem admitir literalmente a agressão, Diego diz que há cinco anos “aguenta calado calúnias e mentiras e que um homem que tem honra e sangue na veia não aguenta mentira.”

Omar, que recebeu o LIBERAL no começo da noite desta quinta em seu gabinete no Paço, foi convocado como testemunha na audiência, que faz parte de um processo que investiga se Diego cometeu crime ao desviar verbas do Fundeb (fundo destinado exclusivamente à educação) para outros destinos.

Omar e Diego nunca tinham se encontrado desde que o emedebista se tornou prefeito – Diego foi cassado em 2014 e já foi alvo de várias críticas do atual prefeito, que diz ter encontrado um caos na administração.

Foto: Marcelo Rocha - O Liberal
Enquanto Omar depunha e relatava o que classifica ter sido um caos deixado por Diego, o ex-prefeito falou em voz alta, segundo Omar

Omar disse que entrou antes na sala de audiências e que, quando Diego acessou o recinto, lhe estendeu a mão. Omar retribuiu o cumprimento, por educação.

Enquanto Omar depunha e relatava o que classifica ter sido um caos deixado por Diego, o ex-prefeito falou em voz alta, segundo Omar: “É mentira”.

O juiz André Carlos de Oliveira advertiu Diego para que não se manifestasse mais, segundo Omar. Ao final da audiência, Omar diz que se levantou e pediu para que o juiz deixasse registrado que ele não era um mentiroso. Foi nesse momento que Omar diz que Diego foi em sua direção. Estavam na sala Omar, Diego, o juiz, o promotor Sergio Claro Buonamici, os advogados de ambos e uma assistente do juiz.

Omar conta com o serviço de segurança, que não teve acesso à sala de audiência – ele estava ao lado de fora do prédio do Fórum.

Questionado sobre as falas de Omar, Diego se manifestou por meio de nota. “Esse homem está acostumado a ofender todo mundo! Há 5 anos aguento calado calúnias e mentiras e sempre me defendo na justiça! Hoje fui xingado e ofendido novamente! Um homem que tem honra e sangue na veia não aguenta mentira!”.

A reportagem, então, questionou Diego, por meio de mensagem via WhatsApp, se realmente havia agredido Omar, mas responde apenas: “Essa é a minha nota.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora