08 de março de 2021 Atualizado 22:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

‘Angustiante’, diz secretário sobre espera por novas doses da vacina contra Covid-19

Diante da falta de doses no município, Danilo Carvalho Oliveira faz apelo por novo lote

Por André Rossi

21 fev 2021 às 08:02

“Angustiante”. É assim que o secretário de Saúde de Americana, Danilo Carvalho Oliveira, classifica a espera pelo novo lote de imunizantes para retomar a vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) na cidade.

A pasta utilizou as últimas 30 doses destinadas para a primeira aplicação na sexta-feira, atingiu 9.513 pessoas vacinadas, mas teve de interromper a campanha por falta de estoque. Paralelamente, o município segue ministrando a segunda dose para o público alvo-contemplado na fase inicial.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, 2.396 pessoas receberam a dose complementar. As 604 unidades restantes devem ser aplicadas até quarta-feira.

Danilo Carvalho Oliveira vê balanço positivo na vacinação contra a Covid-19 em Americana – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

“Nas últimas décadas, se você observar, é a primeira vez na história que a gente para uma campanha de vacinação por falta da vacina. É um pouco angustiante a gente ver que o cronograma não está sendo cumprido conforme todos nós tínhamos o anseio”, lembrou Danilo.

O cenário é bem diferente do traçado originalmente pela prefeitura em janeiro, quando foi anunciado o plano municipal de vacinação com base nas diretrizes estaduais. Na época, a previsão era vacinar todos os idosos com as duas doses até o final de março.

Definir os próximos passos da campanha é uma tarefa quase impossível neste momento a nível municipal, já que depende da chegada de novos lotes. Na RPT, apenas Santa Bárbara d’Oeste e Hortolândia ainda têm doses da primeira aplicação, que vão acabar nesta semana.

“É mais angustiante ainda quando as pessoas me cobram. ‘Secretário, e os próximos passos?’. E a gente não sabe dizer porque hoje a informação é quase em tempo real. É praticamente semanalmente que a gente está sendo atualizado ”, lamentou Danilo.

Enfermeira Helen Carolina Andrade de Souza, de 24 anos: a primeira vacinada em Americana – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

A prefeitura aguarda o envio do novo lote para retomar a vacinação, que será destinada aos idosos com 80 anos ou mais. A expectativa é de que a imunização para esse público comece em 1º de março, segundo cronograma do governo estadual.

Perdas
Americana recebeu 12.965 doses de vacina até agora. Desse total, 10.675 são CoronaVac, do Instituto Butantan, e 2.290 de Oxford, produzido pela AstraZeneca.

Durante a campanha, Americana perdeu 70 doses, o equivalente a 0,7% das vacinas aplicadas. O percentual está dentro do tolerado pelo Ministério da Saúde, que estabeleceu no Plano Nacional de Imunização o limite de 5%.

As perdas ocorreram nos frascos maiores de CoronaCac, que rendem entre 10 e 12 doses. Uma vez aberto, o imunizante dura somente oito horas.

Uma vez identificado o problema, a Secretaria de Saúde de Americana afirmou que mudou a estratégia de vacinação e reduziu os pontos de vacinação para nove UBSs, e não mais em todas as unidades. Aliado a isso, o envio de frascos monodoses pelo Instituto Butantan nos lotes posteriores ajudaram a evitar novas perdas.

“A gente descentralizou em várias unidades e a orientação era: esperar chegar 10 idosos para a gente vacinar. Mas imagina, um idoso acima de 90 anos, não sabia como ia ser a demanda… e, até por pensar no idosos, acabou vacinando [conforme chegava]”, relembrou Danilo.

“No final do dia, realmente deu esse excedente. A gente viu que foi uma falha e diminuiu o número de unidades para que, se tivesse excedente, a gente conseguisse remanejar”, explicou o secretário.

Apesar do momento de indefinição, o balanço da campanha até aqui é positivo. A cidade superou a meta em todos os públicos já atendidos e registrou um número de vacinados maior do que o previsto.

Profissionais de saúde6.333
Idosos com 85 anos ou mais2.165
Idosos em asilos558
Funcionários de asilos370
Idosos acamados com 85 anos ou mais87
Quantas pessoas já foram vacinadas em Americana

“Todos os profissionais de saúde de Americana, da rede público-privada, que têm algum contato com Covid, foram vacinados. Isso é o que mais me tranquiliza enquanto secretário e aos colegas da Secretaria Municipal de Saúde”, celebrou Danilo.

Publicidade