08 de agosto de 2020 Atualizado 20:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

2.076 infectados

Americana vê número de casos de coronavírus dobrar em 14 dias

Americana tinha levado 113 dias para contabilizar primeiros mil infectados pela Covid-19; município acumula 72 mortes

Por George Aravanis

30 jul 2020 às 08:40 • Última atualização 30 jul 2020 às 09:36

Em 14 dias, o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) dobrou em Americana e a cidade ultrapassou nesta quarta-feira a marca de dois mil infectados (são 2.076). Da primeira confirmação, em 24 de março, à milésima, em 15 de julho, o intervalo foi de 113 dias. Para dobrar este número, bastaram duas semanas.

O município acumula 72 mortes, a última delas confirmada ontem. A RPT (Região do Polo Têxtil) contabilizou mais 16 óbitos, soma 343 vidas perdidas e 8.317 casos da doença.

Membro do Comitê de Crise de combate à doença, Arnaldo Gouveia Junior aponta que em junho os critérios de testagem foram alterados, o que elevou os números de testes.

“Antes só se testavam internados e profissionais de saúde. Desde meados de junho passaram a ser testados todos os pacientes sintomáticos que forem considerados como de risco para complicações”.

Para a médica infectologista Ártemis Kílaris, a duplicação de casos confirmados em tão curto período deve-se ao aumento na transmissão e relaxamento do isolamento social e do uso de máscara.

“Temos vivenciado mesmo aumento nos casos, e consequentemente aumento de pacientes internados. Se compararmos com 15 de julho, o cenário se mantém hoje. A cada dia mais e mais casos são internados.”

De fato, o número de internados que testaram positivo mais que dobrou nas duas últimas semanas – de 13 para 31. Entre pessoas com suspeita da doença ou Covid-19 já confirmada, eram 64 hospitalizados ontem, ante 45 em 15 de julho, uma alta de 42,2%.

A taxa de ocupação de leitos com respirador no município, porém, era menor nesta quarta (63%) do que há duas semanas (78%). Neste intervalo, a rede particular aumentou o número de leitos. Além disso, pode haver pacientes de Americana internados fora do município, assim como pessoas de outras cidades hospitalizadas em solo americanense, o que conta na taxa de ocupação.

Casos ativos
A quantidade de considerados curados disparou (154,3%) no mesmo período de duas semanas. Eram 662 em 15 de julho, ou 64,7% dos casos positivos. Ontem, havia 1.684 curados, 81,1% do total de infectados.

Mesmo assim, o número de casos ativos (pacientes que não morreram nem se curaram, ainda estão com a doença e podem transmiti-la) é maior agora: 392, ou 8,8% mais do que os 360 que havia em 15 de julho, quando a cidade atingiu mil infectados.

Podcast Além da Capa
O contexto da DRS (Diretoria Regional de Saúde) de Campinas definiu o avanço de todos os seus municípios à fase laranja do Plano São Paulo, conforme anúncio do Estado feito nesta sexta-feira (24). Entretanto, quais são as particularidades que dão o contexto de Americana, em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), neste momento? Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com os repórteres George Aravanis e Rodrigo Alonso sobre tal cenário.