06 de março de 2021 Atualizado 08:52

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

COVID-19

Americana vacina 329 profissionais de saúde com a segunda dose

Aplicação complementar teve início nesta segunda-feira com o público-alvo contemplado na primeira fase

Por André Rossi

15 fev 2021 às 19:25 • Última atualização 15 fev 2021 às 19:28

A Secretaria de Saúde de Americana iniciou nesta segunda-feira (15) a aplicação da segunda dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). A campanha seguirá com o público-alvo contemplado na primeira fase.

Os primeiros a serem revacinados foram os profissionais de saúde que atuam na linha de frente nos hospitais da cidade e na rede básica de saúde, também considerados elegíveis para a etapa inicial.

Estoque de CoronaVac garante segunda dose – Foto: Prefeitura de Americana / Divulgação

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, 329 profissionais de saúde receberam a segunda dose nesta segunda. O balanço foi fechado por volta das 16 horas.

O setor explicou que, gradativamente, a segunda dose vai avançar na população-alvo, de acordo com o período em que cada indivíduo foi vacinado. Para a CoronaVac, o intervalo até a segunda dose é de 21 a 28 dias, enquanto a vacina de Oxford-AstraZeneca demanda 12 semanas.

Atualmente, não há mais nenhuma unidade da vacina de Oxford disponível na cidade, pois todas as 2.290 doses foram aplicadas na primeira fase.

Já da CoronaVac, há um quantitativo aproximado de 2.800 doses, utilizado para concluir o público-alvo de idosos acima de 85 anos e e segunda dose aos profissionais de saúde.

“A Vigilância Epidemiológica recebeu exatamente a mesma quantidade da primeira grade para imunizar os profissionais de saúde e idosos de ILPI´s (Instituições de Longa Permanência) que já receberam a primeira dose”, informou a prefeitura.

Balanço

Até sábado (13), quando a prefeitura organizou um esquema de vacinação para profissionais de saúde em duas unidades básicas, os técnicos conseguiram vacinar 8.283 pessoas na primeira dose, entre idosos acima de 85 anos, profissionais de saúde e idoso institucionalizados.

Depois de ter vacinado 890 profissionais de saúde no último sábado, a Vigilância Epidemiológica suspendeu a vacinação para esse público-alvo. O objetivo é rever quantos profissionais ainda restam para ser vacinados, bem como a relação com o quantitativo de doses existente.

“A partir daí, a Secretaria de Saúde irá rever a estratégia para esse grupo e fazer uma nova chamada ainda esta semana”, acrescentou a pasta.

Publicidade