Americana tem três casos suspeitos de sarampo

Pacientes são dois meninos, de seis e nove anos, e um jovem, que tem 22; todos estão bem de saúde e nenhum deles está internado


A Prefeitura de Americana informou nesta quarta-feira (14) que a Vigilância Epidemiológica do município aguarda os resultados dos exames de mais três pacientes com suspeita de sarampo, todos do sexo masculino, sendo duas crianças, de seis e nove anos, e um jovem, que tem 22.

A administração não informou de quais bairros são os pacientes, mas destacou que todos estão bem de saúde e não estão internados. O bloqueio com profilaxia, ou seja, a vacinação das pessoas que tiveram contato com estas, também já foi feito.

Foto: Marcelo Camargo / ABr
Americana investiga 3 casos com suspeita de sarampo

Não há até o momento nenhum recomendação por parte da Secretaria Estadual da Saúde para ampliação da vacinação em Americana e, desta forma, o município segue com seu cronograma normal de imunização contra a doença, vacinando crianças a partir de um ano de idade.

Confirmados

Até o momento, a RPT (Região do Polo Têxtil) tem três casos confirmados da doença, sendo um deles em Americana, no caso de uma mulher de 50 anos, moradora do Jardim Paulistano.

Os outros casos são de Hortolândia, onde uma menor de idade moradora do Jardim Novo Ângulo, cuja idade não foi divulgada, já obteve a confirmação da doença, e de Sumaré, de um menino de dois anos, de um bairro que também se chama Jardim Paulistano, que inclusive já havia tomado as duas doses da vacina.

Bebês

Desde a última segunda-feira (12), bebês de 6 meses a 1 ano também estão sendo vacinados em 39 cidades do Estado de São Paulo que registraram casos de sarampo, entre elas Sumaré e Hortolândia.

A imunização, chamada de “Dose D”, além de proteger as crianças ainda tem o objetivo interromper a cadeia de transmissão do vírus no país, atendendo a uma determinação do Ministério da Saúde.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora