07 de julho de 2022 Atualizado 12:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

CONCORRÊNCIA

Americana tem 24 OSs aptas a participar de chamamento público na Saúde

Seis entidades se qualificaram como Organização Social após prefeitura ter tornado público o interesse na contratação

Por Rodrigo Alonso

27 de maio de 2022, às 06h45

Hospital Municipal será uma das unidades administradas pela contratada - Foto: Divulgação / CPFL

Americana tem 24 OSs (Organizações Sociais) aptas a participar do chamamento público para gestão compartilhada do HM (Hospital Municipal) Dr. Waldemar Tebaldi, da Unacon (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia) e da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Cillos.

Desse total, seis se qualificaram como Organização Social após a prefeitura ter tornado público, em 20 de abril, o interesse na contratação de uma OS para a Saúde. A partir dessa data, havia um prazo de 15 dias para as entidades solicitarem a qualificação junto à prefeitura.

Ao todo, nove instituições fizeram o requerimento nesse período, mas três delas tiveram o pedido negado pelo Executivo.

As outras seis, que tiveram a solicitação aprovada, são: Santa Casa de Misericórdia Chavantes, IMG (Instituto Multi Gestão), Instituto Elisedape, Biogesp – Associação de Gestão e Execução de Serviços Públicos e Sociais, Associação Beneficente Nossa Senhora da Saúde, Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania e Saúde – Avante Social.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“É um leque significativo. Se você pensar, são 24 empresas. Eu, particularmente, acredito que, quanto mais concorrência, melhor para o processo”, disse o secretário municipal de Saúde, Danilo Carvalho Oliveira, na última quarta-feira, durante participação ao vivo no programa Liberal no Ar, da Rádio Clube (AM 580).

Todas as 24 OSs habilitadas possuem atuação na área da saúde. Algumas delas também atuam, paralelamente, em outros setores, segundo a administração municipal.

As entidades estão sediadas em diferentes municípios. Porém, a instituição que tiver um contrato de gestão firmado com a prefeitura deverá constituir uma sede administrativa no município, de acordo com o Executivo.

Danilo informou que a abertura do chamamento público depende apenas de um aval da Secretaria de Negócios Jurídico. A partir daí, caberá às entidades habilitadas decidirem se participarão ou não do processo licitatório.

A estimativa é que a OS contratada possa iniciar os trabalhos até outubro. “Como estimativa, pode ser para menos ou para mais”, afirmou.

ENTIDADES HABILITADAS

  • SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina
  • Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim”
  • Associação Saúde da Família
  • Instituto SAS
  • Centro de Apoio ao Desenvolvimento da Saúde Pública – CADESP
  • Fundação do ABC
  • Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar
  • Instituto ACQUA – Ação, Cidadania, Qualidade Urbana e Ambiental
  • Associação Casa de Saúde Beneficente de Indiaporã
  • Sociedade Beneficente Caminho de Damasco – SBCD
  • Associação Plural  
  • Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano – INDSH
  • Instituto Biosaúde
  • Organização Social Vitale Saúde
  • AHBR – Associação Hospitalar do Brasil
  • Instituto Diretrizes
  • Irmandade Santa Misericórdia de São Bernardo do Campo
  • Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania e Saúde – Avante Social
  • Instituto Moriah
  • Santa Casa de Misericórdia de Chavantes
  • BIOGESP – Associação de Gestão e Execução de Serviços Públicos e Sociais
  • Instituto Multi Gestão – IMG
  • Instituto Elisedape
  • Associação Beneficente Nossa Senhora da Saúde

Publicidade