Americana soma quatro suspeitas de coronavírus em 7 dias

Cidade já registrou, desde o início do surto, seis suspeitas da doença, sendo que três casos já foram descartados e outros três estão em investigação


A Vigilância Epidemiológica de Americana está investigando mais dois casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) em moradores da cidade. Com isso, o número de notificações chegou a quatro em uma semana – dessas, três estão em investigação e uma já foi descartada.

Outros dois casos em Americana foram investigados desde o início do surto do novo vírus, e já foram descartados (veja lista de todos casos notificados abaixo). Na região, a Secretaria de Saúde de Hortolândia também investiga um caso suspeito de coronavírus em um morador da cidade.

As duas notificações mais recentes são de um homem de 28 anos e uma mulher de 26 anos que retornaram da Itália na quinta-feira. Os dois apresentaram sintomas e procuraram hospitais particulares de Americana.

Foto: Bruno Rocha / Fotoarena / Estadão Conteúdo
Mulher se protege na Av. Paulista, na capital; São Paulo soma 10 casos

No dia 29 de fevereiro, quando ainda estava na Itália, o homem começou a apresentar febre, tosse, dor de garganta, coriza e cansaço. Ao retornar, ele procurou atendimento no Hospital São Francisco. A unidade de saúde foi procurada pela reportagem, mas não deu detalhes sobre o atendimento.

A mulher começou a ter os mesmos sintomas na quinta-feira e procurou o Hospital Unimed. De acordo com o hospital, a paciente deu entrada na unidade na manhã desta sexta-feira, portando máscara.

“Ela foi conduzida para a área de isolamento e recebeu atendimento conforme as medidas de precaução, seguindo as orientações da autoridade sanitária local e do Ministério da Saúde”, explicou a Unimed.

O hospital coletou material para exames de sorologia e enviou as amostras para a Vigilância Epidemiológica.

“A paciente recebeu alta no período da tarde com as orientações de isolamento social com uso de máscara e monitoramento de sinais de piora do quadro, com retorno ao atendimento médico, se necessário. O caso segue em acompanhamento pela nossa equipe de telemonitoramento e pela Vigilância Epidemiológica local”, finalizou o hospital.

Os dois estão em isolamento em suas respectivas casas e os familiares não apresentam sintomas. As amostras foram encaminhadas para análise no Instituto Adolfo Lutz.

Com essas notificações, sobe para quatro o número de casos investigados atualmente na região – três em Americana e um em Hortolândia.

Igrejas

A Diocese de Piracicaba recomendou medidas de prevenção às paróquias para evitar a proliferação do coronavírus. Segundo o material divulgado pela Diocese, a medida foi adotada “tendo em vista a preocupação com o avanço do coronavírus em diversos países, incluindo o Brasil”.

Os casos em Americana desde o surgimento do vírus:

Menino, 3 anos
Caso divulgado em 31/01/2020. Criança esteve na China e o caso já foi descartado.

Mulher, 46 anos
Caso divulgado em 27/02/2020. A paciente teve contato com morador da Itália. Caso foi descartado e não chegou a ser comunicado ao Ministério da Saúde.

Mulher, 40 anos
Caso divulgado em 02/03/2020. Ela esteve na França e o caso já está descartado.

Mulher, 61 anos
Caso divulgado em 05/03/2020. Mulher esteve na Itália e o caso está em investigação.

Mulher, 28 anos
Caso divulgado em 06/03/2020. Paciente esteve na Itália e o caso está em investigação.

Homem, 28 anos
Caso divulgado em 6/03/2020. Paciente esteve na Itália e o caso está em investigação.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora