12 de setembro de 2021 Atualizado 21:35

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Americana registra mais quatro mortes por Covid-19 e total de vítimas chega a 734

Pacientes tinham entre 60 e 91 anos e morreram por conta da doença entre os dias 7 e 11 de julho

Por Marina Zanaki

12 jul 2021 às 17:50 • Última atualização 12 jul 2021 às 21:14

Pronto-atendimento Covid-19 no Hospital Municipal: saúde diz que não há evidências de relação entre equipamentos e mortes - Foto: Ernesto Rodrigues - O Liberal

A Vigilância Epidemiológica de Americana registrou no boletim desta segunda-feira (12) mais quatro mortes pelo novo coronavírus (Covid-19), registradas entre 7 e 11 de julho. Com essa atualização, o total de vítimas desde o início da pandemia chega a 734. Abaixo, o histórico dos pacientes divulgado pela prefeitura:

  • Homem, 74 anos, morador do bairro Jardim da Paz, portador de hipertensão arterial, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 7 de julho;
  • Mulher, 67 anos, moradora do bairro Jardim Mirandola, portadora de doença cardiovascular crônica e diabetes, que estava internada no Hospital Municipal e faleceu no dia 7 de julho;
  • Homem, 60 anos, morador do bairro Vila Mathiensen, portador de diabetes e hipertensão arterial, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 8 de julho;
  • Homem, 91 anos, morador do Centro, portador de doença cardiovascular crônica, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 11 de julho.

Foram confirmados mais 271 casos da doença, além dos quatro óbitos. Com isso, a cidade registra 24.100 infectados, dos quais 22.513 se recuperaram. Entre os casos ativos, 50 estão internados e 803 estão em casa.

Ocupação de leitos
Os quatro hospitais de Americana com leitos Covid, incluindo rede pública e privada, somam 132 internados, dos quais 60 estão com respiradores. A taxa de ocupação nos leitos intensivos está em 81%, e nas enfermarias em 85%.

No Hospital Municipal, a taxa de ocupação é de 56,67% para leitos com respiradores (de 30 no total, 17 ocupados) e 71,42% sem respiradores (de 35 no total, 25 ocupados).

No Hospital São Lucas, a taxa de ocupação é de 100% para leitos com respiradores (de 15 no total, 15 ocupados) e 100% sem respiradores (de 16 no total, 16 ocupados).

No Hospital São Francisco, a taxa é de 100% para leitos com respiradores (de 11 no total, 11 ocupados) e de 85,71% sem respiradores (de 14 no total, 12 ocupados).

No Hospital Unimed, a taxa é de 94,44% para leitos com respiradores (de 18 no total, 17 ocupados) e de 100% de leitos sem respiradores (de 19 no total, 19 ocupados).

Publicidade