01 de março de 2021 Atualizado 16:09

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Americana imunizou 4,8 mil pessoas em duas semanas

Foram 3.901 profissionais de saúde e 928 idosos e trabalhadores de casas de repouso; dois profissionais de saúde recusaram a vacina

Por André Rossi

06 fev 2021 às 08:35 • Última atualização 06 fev 2021 às 12:33

A Secretaria de Saúde de Americana vacinou 4.829 pessoas contra o novo coronavírus (Covid-19) em duas semanas de campanha. Desde o dia 21 de janeiro, foram 3.901 profissionais de saúde e 928 idosos e trabalhadores de casas de repouso imunizados.

Nesta sexta-feira (5), a prefeitura concluiu o processo de vacinação das 25 IPLIs (Instituições de Longa Permanência) cadastradas na cidade. A próxima etapa começa na segunda-feira (8) com a imunização dos idosos com 90 anos ou mais em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde).

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

De acordo com a prefeitura, apenas dois profissionais de saúde se recusaram a serem vacinados. Os locais de trabalho e os motivos alegados por eles não foram informados.

Outras situações, previstas no processo de vacinação, foram registradas. Foi o caso de algumas grávidas, que precisaram checar com o ginecologista se havia liberação ou não para o uso da vacina.

“No geral, o número é baixo diante de todo o processo de vacinação já ocorrido”, apontou a prefeitura.

A partir desta segunda, idosos com 90 anos ou mais podem se dirigir a qualquer uma das UBSs da cidade de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 15 horas, para receberem a primeira dose do imunizante, sem necessidade de agendamento.

Além disso, haverá vacinação em modelo drive-thru em frente à UBS Cillos, no bairro São José, das 8h às 19h. Segundo estimativas da secretaria de Saúde, atualmente há 800 idosos acima de 90 anos no município.

“Os profissionais [de saúde] da rede e aqueles da linha de frente, assim como nas ILPIs foram vacinados, mas a vacinação de profissionais que eventualmente não tenham tomado ou que estejam cadastrados seguirá ocorrendo, pois uma fase não anula a outra”, esclareceu a prefeitura.

No total, Americana recebeu 6.120 doses da CoronaVac e 2.290 unidades da vacina de Oxford.

Alívio

Aos 79 anos, o médico neurologista Antonio Luchesi Filho foi um dos imunizados na cidade. Ele recebeu a primeira dose da vacina de Oxford.

“Estou muito bem, obrigado. Não senti absolutamente nada. Nessa altura do campeonato, como a gente trabalha nessa frente, precisa se imunizar”, comentou.

Com 54 anos de profissão, o médico aponta que a preocupação com a segurança dos colegas era muito grande. E reforça o apelo para que toda a população se vacine.

“Existe um monte de coisa na internet que só serve para confundir e atrapalhar as pessoas. Eu atendo muitos idosos e eles me ligam diretamente no escritório. É raro eu não receber três ou quatro telefonemas por dia. ‘Devo tomar a vacina?’ Vai tomar a vacina”, orientou Antonio.

Publicidade