Americana confirma duas mortes por H1N1

Pacientes faleceram nos dias 15 e 9 de junho; além disso, município investiga outras duas mortes suspeitas


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal
Outras duas mortes investigadas ocorreram no hospital municipal

A Vigilância Epidemiológica de Americana notificou esta semana duas mortes por H1N1. Um dos pacientes, uma mulher de 58 anos, residente no bairro Parque Gramado, faleceu no dia 15 de junho. Ela estava internada no Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” e não apresentava nenhuma comorbidade.

A segunda vítima também foi uma mulher, de 55 anos, residente no bairro Jardim São Pedro. Ela morreu no dia 9 de junho depois de permanecer internada no Hospital São Francisco, de Americana. Nesse caso, a paciente apresentava comorbidades pré-existentes, sendo constatada doença pulmonar obstrutiva crônica.

A vigilância informou que ainda aguarda o resultado de outros dois casos de pacientes que morreram no Hospital Municipal, sendo uma mulher de 44 anos, moradora do bairro Jardim dos Lírios, que morreu no dia 22 de junho e outra mulher, de 45 anos, residente no bairro Chácara Letônia, que faleceu no dia 2 de julho.

Este ano, até a primeira semana de julho, Americana registrou 43 casos suspeitos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), dos quais 27 foram descartados, seis estão em andamento (aguardando resultado laboratorial) e dez confirmados, sendo sete casos de Influenza H1N1(com dois óbitos), dois casos de Influenza não subtipada e um caso de Influenza A sazonal H3.

Com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura de Americana.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!