28 de novembro de 2020 Atualizado 19:56

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Americana confirma 165ª morte por coronavírus

A vítima era um homem de 54 anos, morador do bairro Antonio Zanaga, que faleceu no dia 16 de outubro

Por Marina Zanaki

20 out 2020 às 15:08

A Vigilância Epidemiológica de Americana informou a 165ª morte provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nesta terça-feira (20).

A vítima era um homem de 54 anos, morador do bairro Antonio Zanaga, sem comorbidades informadas. Ele morreu no dia 16 de outubro no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi.

Nesta terça-feira, o LIBERAL noticiou que Americana não registrava mortes pela pandemia há sete dias. Contudo, alguns óbitos são informados pela Vigilância de forma retroativa, o que aconteceu hoje.

O boletim desta terça-feira não trouxe mais casos positivos pois o sistema está sendo atualizado, segundo a prefeitura. A cidade tem 6.093 moradores que se infectaram, dos quais 165 morreram, oito estão internados, 82 cumprem isolamento em casa e 5.838 estão recuperados.

Foram contabilizados oito novos casos suspeitos. Agora, a Vigilância Epidemiológica aguarda 169 resultados de exames, dos quais 15 pacientes estão internados e 154 estão em casa.

Ocupação de leitos
A Secretaria de Saúde de Americana informou que a ocupação de leitos destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 é de 19% com respiradores (de 56 no total, 11 estão ocupados) e de 31% sem respiradores (de 67 no total, 21 estão ocupados).

Esse percentual se refere a essa terça-feira e leva em consideração todos os leitos do município, tanto do Hospital Municipal, quanto dos hospitais particulares.

A ocupação de leitos apenas no Hospital Municipal é de 35% com respiradores (de 17 no total, 6 estão ocupados) e 47% sem respiradores (de 17 no total, 8 estão ocupados).

Publicidade