Americana antecipa entrega de carnês de IPTU

O vencimento da primeira parcela ou da cota única é no dia 10 de janeiro; veja as datas nas demais cidades da região


A Prefeitura de Americana antecipou em dez dias a postagem dos carnês do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) 2020. O vencimento da primeira parcela ou da cota única é no dia 10 de janeiro. A estimativa da prefeitura é arrecadar R$ 80 milhões com o imposto e R$ 25 milhões com a Taxa de Lixo, totalizando R$ 105 milhões aos cofres públicos.

A partir de janeiro, a emissão das guias também estarão disponíveis no site da prefeitura. No ano passado, os cidadãos que tentaram emitir as guias no eletronicamente tiveram dificuldades. Os problemas estavam relacionados a dados incorretos no cadastro do contribuinte e ainda a problemas nos sistemas dos diferentes bancos para reconhecer uma guia registrada por outro banco.

Quem optar pelo pagamento à vista do imposto terá um desconto de 8% no valor. O IPTU pode ser parcelado em até 12 vezes, sempre com vencimento no dia 10 de cada mês. Caso essa data coincidir com um sábado, domingo ou feriado, o vencimento será automaticamente prorrogado para o próximo dia útil.

No exercício de 2019 foram arrecadados, até o dia 13 de dezembro, R$ 94 milhões. Esse montante inclui IPTU e Taxa de Lixo.

Região

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste inicia a distribuição de carnês apenas em fevereiro. A data para a primeira parcela ou pagamento à vista com desconto de 10% é no dia 20 de março. O imposto pode ser dividido em até 10 parcelas. A previsão é que o município arrecade R$ 46,9 milhões com o tributo.

O vencimento do IPTU em Nova Odessa será no dia 10 de março e o parcelamento poderá ser feito em até 10 meses. A cidade ainda não possui estimativa de arrecadação.

A Prefeitura de Hortolândia vai iniciar a distribuição de carnês em janeiro, com data para vencimento em 28 de fevereiro. A cidade oferece desconto de 7% para quem optar pelo pagamento à vista, mas ainda não calculou quanto deve receber dos contribuintes no ano que vem.

Sumaré foi procurada, mas não respondeu aos questionamentos da reportagem.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora